ORAÇÃO PARA AS ALMAS QUE PARTIRAM

 

O Kadish é uma das preces mais conhecidas da liturgia judaica e suas palavras de abertura são bem familiares. Esta prece é entoada em funerais, em recordação do holocausto,  e em outras ocasiões tristes.

Quando algum parente próximo morre os judeus rezam diariamente o Kadish dos enlutados por 11 meses, com base na crença de que a alma leva 12 meses para passar de um nível a outro. O Kadish é considerado um meio para ajudar o ente querido a fazer sua transição para dimensões mais elevadas. O 12 mês é omitido, poios, se supõe que o falecido já tenha adquirido suficiente mérito para fazer a transição por conta própria. Rezar o Kadish no ultimo mês pode significar  que a pessoa falecida não era suficientemente virtuosa, e isso não seria apropriada. 

Aqui vai uma pequena  história que ilustra muito bem esse grande ato de amor.

Há muito tempo quando uma pessoa com seu aluguel atrasado o proprietário tinha o direito de fazer justiça com as próprias mãos. Ele podia retirar a mobília toda e vende-la; ele podia colocar os devedores na cadeia; ele até podia, que Deus não permita, tirar as pessoas de casa e vende-las como escravos.    

O fato a seguir ocorreu a 150 anos, na casa de um pobre homem, que era casado com Feigale, e que devia muitos meses de aluguel. Certo dia, depois que  Feigale tinha saído para ir ao mercado, o proprietário apareceu com a policia e levou embora o marido e as oito crianças. Quando Feigale voltou do mercado, os vizinhos lhe contaram o que tinha acontecido.

Então, a santa mulher foi procurar o proprietário a fim de saber o paradeiro do seu marido e seus filhos. O homem disse que tinha intenção de vende-los como escravos, para conseguir o dinheiro dos alugueis atrasados. Ela suplicou; ela implorou. Ele pensou sobre o assunto que talvez pudesse obter até o dobro do que conseguiria no mercado de escravos. Seria uma soma exorbitante, mas ele não tinha nada a perder.

Assim, ele finalmente concordou em resgatá-los. Ele pediu 100 rublos pelos alugueis atrasados e 9.700 rublos por seu trabalho. Ele disse à mulher que o dinheiro extra serviria para subornar a policia e as outras autoridades, a fim de libertar seu marido e seus 8 filhos.

A mulher olhou fixamente para o proprietário, mal acreditando no que tinha acabado de ouvir. 10.000 rublos!!! Já seria muito difícil arrumar 100 rublos. Mas 10.000 rublos era uma fortuna além de qualquer possibilidade.

Ela saiu da casa do proprietário andando vagarosamente pelo caminho de terra que a levava à sua própria casa. O que ela poderia fazer? Ela botou a mão nos bolsos e encontrou 3 rublos. Isso era tudo o que ela tinha. 3 rublos. Não havia nada mais para vender. Tudo o que tinha, já tinha  sido tirado da sua casa a fim de alimentar as crianças. Parecia que tudo estava perdido.

Com este pensamento a mulher continuou a andar e, de repente, um pensamento lhe veio à cabeça. O pensamento disse a ela: Feigale, quando seu marido morrer, quem vai rezar o Kadish para ele? Quem vai saber quando ele morreu?

Esse pensamento lhe aterrorizou. Ela encontrou um pobre judeu no caminho, deu-lhe 1 rublo e lhe disse: “por favor, diga o Kadish dos enlutados por meu marido.” Ela deu o nome de seu marido ao mendigo e foi embora.

Enquanto estava andando ele repetiu, outro pensamento veio a sua mente e ele lhe disse:  Feigale, e  o que acontece comas pessoas que morrem e que ninguém diz Kadish por elas?

Então Feigale correu de volta para o mendigo, e deu-lhe 1 rublo, dizendo: Caro senhor, diga Kadish por todas as almas por quem jamais for dito. Por favor, diga Kadish a fim de ajudar sua passagem pelas dimensões celestes.

Feigale saiu de perto do mendigo profundamente comovida. Mas, assim que começou a se afastar, ainda outro pensamento lhe veio à mente.

Ela voltou para o lugar onde o pobre mendigo estava sentado, com os 2 rublos em suas mãos, e lhe deu o terceiro rublo, o último que tinha, a última coisa que possuía, dizendo: caro senhor, quando disser o Kadish por todas essas almas perdidas, ponha realmente, mas realmente mesmo, todo o seu coração em todas as suas orações; não retenha nada de forma alguma.

Nas horas que seguiram, a mulher permaneceu sentada no meio de um campo, não muito longe do mendigo. Quando o sol se pôs, ela ouviu o mendigo rezando. Ele rezava com o coração partido, pedindo ajuda com todas as suas forças e com toda a sua dor. Ela sentia o seu rosto encharcado pelas lágrimas,  enquanto era levada para regiões celestiais numa carruagem feita de chamas. As orações do mendigo romperam os portões celestiais e soltaram um rio de almas que esperavam há muito pelo resgate. E o mendigo terminou suas orações.

Ela então começou a andar em direção à sua casa,  e seus passos de alguma forma pareciam mais leves. E enquanto estava em seu caminho, uma linda carruagem puxada por quatro cavalos apareceu. Isso era pouco comum, ela nunca vira uma carruagem assim antes. A carruagem parou perto dela e um homem bem vestido, que estava dentro dela, perguntou-lhe o caminho. Então o estranho fez uma coisa menos comum: ofereceu uma carona à Feigale. Ela não sabia o que fazer. Ela nunca tinha entrado numa carruagem como aquela. A principio disse que não, mas ele insistiu. Como ela sentiu que o homem era sincero, acabou aceitando. Afinal tinha sido um dia muito longo, e logo os dois começaram a conversar.

O estranho lhe fez muitas perguntas. Aos poucos, conseguiu saber toda a historia sobre seu marido, seus filhos, o proprietário, e os 10.000 rublos. Enquanto ajudava a mulher a soltar da carruagem, ele fez uma coisa incrível: tirou do bolso seu talão de cheques e preencheu um cheque com a soma de 10.000 rublos. Ela ficou espantada. No dia seguinte, ela correu para o banco. Quando ela entregou o cheque para o funcionário do banco no caixa, ele olhou para ela de modo estranho e lhe disse para esperar um pouco. Ela ficou em pânico. Será que o cheque era de verdade ?

Quem sabe o estranho tinha feito uma brincadeira cruel, e não tinha dinheiro algum no banco. Ela ficou esperando, cada vez mais nervosa enquanto o tempo passava.

O funcionário voltou com o seu supervisor, que olhou para ela debaixo para cima, então o supervisor levou a pobre mulher pelo braço e a levou ao escritório do presidente do banco. O escritório era grande, e o homem estava sentado atrás de uma escrivaninha olhou para ela com uma expressão zangada.

Como foi que obteve este cheque?

Ele perguntou.

Então ela lhe contou a história e também a história de seu marido e filhos.

O homem a pontou para dezenas de retratos pendurados nas parede da sala e perguntou-lhe: você reconhece algum desses retratos?

Feigale olhou e, na mesma hora reconheceu no retrato grande, por trás da escrivaninha o homem que tinha estado na carruagem. Assim que ela disse isso, o presidente empalideceu. A verdade é que o cheque que ela tinha em suas mãos estava assinado por seu pai. E o retrato que estava por trás dele era o retrato de seu pai. Seu pai falecera havia cinco anos, e o presidente do banco não recitou o Kadish por seu pai.

 

KADISH – ORAÇÃO DOS MORTOS

Que o Seu grande Nome seja exaltado e santificado no mundo que Ele criou conforme Sua vontade.

Que Ele queira estabelecer Seu reinado … durante nossas vidas e durante a vida de toda a Família de Israel, rapidamente e em breve.

(A Congregação responde:

‘Amen. Que Seu grande nome seja abençoado para sempre e eternamente’).

Abençoado, louvado, glorificado, exaltado, enaltecido, honrado, elevado e elogiado seja o nome do Todo-Poderoso.

(A Congregação responde: ‘Abençoado Seja’)

Acima de todas as bênçãos e cânticos, louvores e consolações que possam ser pronunciados no mundo.

Que possa haver paz abundante provinda dos Céus e vida boa sobre nós e todo Israel.

Aquele Que estabelece paz nas alturas, Que possa trazer a paz sobre nós e sobre todo Israel.

  Como se pode notar, não há nenhuma menção ao falecido, sobre morte ou luto. O Kadish é uma afirmação de vida: o reconhecimento do Todo-Poderoso, uma prece para que Sua grandeza seja reconhecida no mundo e um pedido por paz e vida.

 O Kadish é recitado porque, além de afirmar e reassegurar a crença do enlutado no Todo-Poderoso, ele traz méritos à alma da pessoa falecida, pois aquele que recita o Kadish (o enlutado) faz com que a congregação louve o nome de D’us ao recitarem “Que Seu grande nome seja abençoado para sempre e diariamente” e “Abençoado Seja”. 

 

UMA ORAÇÃO PARA AS ALMAS QUE ESTÃO INDO EMBORA DA TERRA

Amada Presença de Deus EU SOU nos corações de toda humanidade, Amado São Miguel, Arcanjo da Libertação, e suas legiões angélicas:

Em nome das almas da humanidade – particularmente as que serão chamadas de suas formas mortais por nosso Pai celestial neste dia – Eu faço este chamado. (inclua aqui seus amados que acabaram de partir)

Deixe os Anjos da Paz junto aos corpos físicos de cada alma mantendo em perfeita paz a aura e os sentimentos dos que estão partindo da oitava física e dos (encarnados) que estão presentes, onde tal libertação estiver acontecendo.

Pela Presença dos Serafins de Deus, deixe a aura santificada ser elevada na hora solene da transição, que a alma possa ser libertada de seu tabernáculo terreno pelas legiões dos Arcanjos Miguel, Gabriel, Rafael e Uriel.

Permita que todo o temor e dúvida, tristeza pela separação e mágoa na partida dos amados, sejam consumidas pelos Anjos de Chama Violeta do Arcanjo Tzadkiel. Que não haja angústias para as almas que estão no limiar de uma nova liberdade.

Deixe que os Anjos Divinos da Libertação encontrem cada alma. Não permitam que os humanos pertencentes às evoluções da terra, passem pelos véus da chamada “morte”, desamparados.

De acordo com a vontade de cada um, deixem todas as crianças de Deus que passam pela tela da vida neste dia, serem levadas aos Templos da Misericórdia e do perdão para serem banhadas pelos fogos purificadores da Chama Violeta de Saint Germain.

Deixe-os serem preparados para passar perante os Senhores do Karma na dignidade do Cristo Pessoal de cada um, e cientes, em plena consciência; e permitam que cada alma seja designada a uma escola da Vida, para receber a oportunidade de estudar a Grande Lei, de acordo com a sua própria evolução.

Eu Chamo aos Senhores da Misericórdia e do Amor divino, para envolver todos cujos amados estão para partir ou recentemente partiram desta terra, transmutando e consumindo com todo o peso e sentimento de perda, enchendo cada coração e lar com a paz e o entendimento sobre a oportunidade recebida pelas almas, chamadas a outros reinos, para progredirem no caminho de Vida eterna.

Assim Seja! Eu Aceito isto manifestado em nome do Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo, Amém.

 

30 DE JUNHO DIA DO NOSSO RITUAL DA CARTA AO CONSELHO CÁRMICO

O QUE É O RITUAL DO CONSELHO CÁRMICO

É um “Reunião”, em que os Mestres da Grande Fraternidade Branca se reúnem para rever o Carma de toda a Humanidade, e nesse dia eles oferecem uma grande oportunidade para que cada ser humano possa se alinhar às energias dos grandes Seres de Luz.

Esta dispensação Cósmica acontece quatro vezes ao ano:

31 de março – 30 de junho – 30 de setembro – 31 de dezembro.

Nessas datas, o Conselho Cármico libera a Luz da Misericórdia de Deus, Violeta Púrpura que leva aos seres humanos o auxílio e a redução dos fardos cármicos.

Neste Ritual os Senhores do Carma tratam de assuntos diversos de ordem interplanetária.

São eles os responsáveis pelo destino da humanidade a partir da reavaliação dos seus carmas individuais.

Na medida em que cada ser humano se alinha buscando seu autoconhecimento e correção das suas falhas humanas, ele consegue acessar a Luz da Misericórdia de Deus, Violeta Púrpura.

Lembramos que nosso bem amado Mestre Shidha também é membro integrante do Conselho Cármico.

Como fazer o Ritual do Conselho Cármico?

O Ritual do Conselho Cármico pode ser feito de forma individual ou em grupo e deve ser feito antes da meia noite nas datas da reunião do Conselho.

O primeiro passo é fazer uma petição. Você vai escrever, a lápis, uma carta, em um papel branco sem pauta. Direcionar a carta para os Senhores do Carma, colocando “aos cuidados dos Senhores do Carma”. Abaixo, nessa carta, você colocará a data, a cidade e ao final da carta, o seu nome completo.

Comece escrevendo: “Pela Paz e Pela Cura Universal”… E comece a agradecer por tudo. Agradeça por todos os desafios, pelo aprendizado…Expresse a sua gratidão por tudo, inclusive os desafios vivenciados, pois o seu crescimento e a sua evolução só se darão pela perfeita compreensão que somente através dos testes acessamos níveis mais profundos da nossa sabedoria e entendimento.

Lembrando aquele ditado cabalístico: Quanto maior o desafio, maior a Luz se revelará!

A seguir, apresente seus pedidos ao Conselho Cármico.

Termine assinando a sua carta.

Um excelente Ritual a todos

Namastê!

Conselho Cármico – 31/03/2021

2021 –  O que os Mestres esperam da humanidade neste momento de grande provação?

Muito se fala sobre provações / castigos pelo qual a humanidade está passando.

Na  realidade, o  que os Mestres tentam passar é de oportunidade, entendimento e conscientização.  A humanidade anda com medo, e se esquece do seu propósito neste planeta.

Ninguém está aqui por acaso, mas precisamos lembrar, que tudo nesta vida é passageiro.

Tudo é uma passagem. E o que levamos disso, “aprendizado”, carregamos impresso na nossa alma.

Então por que estamos nos fixando em situações em vez de considerar as oportunidades?      

Estamos vendo, como nunca, pessoas ao nosso lado indo embora, sem que possamos abraça-las ou ao menos, nos despedir. Por esta razão,  todos estão sendo chamados a descontruir padrões, limpar a mente e se conectar com o coração, com o lúdico, com o belo, com o que é verdadeiro. O ser humano não tem o controle de tudo o tempo todo, e não é isso que os Mestres esperam.

Esperam  sim que a humanidade decifre os códigos deixados por eles, e assim sendo, se reconecte com sua porção divina. E eles nos lembram que somos co-criadores neste universo. E como co-criadores, devemos ir ao Conselho Cármico colocar todas as nossas expectativas, todas as nossas frustrações,  tudo que realmente for relevante para nós. Mas, principalmente, agradecer por todo o ensinamento / aprendizado neste momento.

Precisamos começar a carta agradecendo.  A gratidão reforça nossa imunidade, ela nos reveste de uma energia que bloqueia sentimentos, pensamentos negativos, internos e externos.

Por isso, agradeça por tudo na sua vida. Seja grande, seja excelente.

Só então , depois coloque todos os seus pedidos, desejos, e os submeta ao Conselho Cármico.

SEJA!

SEJA EXCELENTE!

COLOQUE EXCELÊNCIA NA SUA VIDA.

Nos dias  31/12 31/03, 30/09 e 30/06, o Conselho se reúne para avaliar o carma do planeta inteiro. Faz um retrospecto do trimestre que se encerra e toma decisões para o próximo trimestre.

 O Conselho Cármico, formado por seres de luz que amparam a humanidade nestes momentos de transformações, reúne-se 4 (quatro) vezes ao ano junto à presença Eu Sou de todas as pessoas encarnadas na Terra e juntas escolhem seus destinos para os próximos 3 meses. Quando uma pessoa morre, ela pode fazer essa transição de duas maneiras: ou consciente (sentindo-se “despregar” do corpo físico e entrando num túnel, seguindo uma luz ou até, mesmo encontrando um guia) ou então inconsciente, quer dizer, dormindo.

Se a pessoa chega do “outro lado” acordada, logo ela se defronta com um Mensageiro da Luz, que lhe entrega uma convocação para comparecer ao tribunal do Carma no dia tal, às tantas horas. Até esse dia, ela será encaminhada a uma “colônia de férias” astral, digamos assim. Por outro lado, se estiver dormindo, vai continuar descansando por um prazo que varia de pessoa para pessoa, mas que não pode ultrapassar seis meses; ao acordar, também receberá a intimação para comparecer ao Tribunal.

O Conselho Cármico é um Tribunal de Justiça;

Todos os Mestres são Ascensionados, o que significa que são seres de absoluta Misericórdia, Amor e Justiça. Diante desses Seres Perfeitos, a pessoa é levada a avaliar toda a sua última vida, desde o nascimento até a morte.

Tomará consciência de seus erros e acertos, das lições que assimilou e das que ainda tem que aprender; quais são suas principais virtudes e também as dificuldades ou defeitos que terá que superar.

Ouvirá do Conselho Infalível a Sentença; qual é realmente a sua faixa vibratória e, daí, em que país, cidade e grupo do Astral deverá permanecer até a próxima encarnação; que escola deverá freqüentar, que tipo de treinamento deverá ter; que trabalhos terá que executar; quanto tempo ficará desencarnado; quem serão seus pais e familiares na próxima encarnação; quais serão suas futuras características raciais e nacionalidade.

Uma alma mais evoluída ouvirá essa sentença compreendendo que o carma não é uma lei de retaliação, mas, sim, de educação, e que o Conselho Cármico é o órgão legítima e divinamente capacitado para julgar e dar novas oportunidades de evolução.

Assim como o Conselho Cármico julga e administra o carma individual, ele também o faz com relação ao carma familiar, grupal, nacional e planetário. Ministra sanções e anistias. Se for preciso pelos desígnios cármicos, o Conselho autoriza cataclismos e desastres coletivos. Pode abreviar ou prolongar a vida dos encarnados.

Aproveite este dia para estabelecer seu compromisso interno com sua verdade e força vital projetando assim no mundo externo o potencial da sua alma. Felicidade, Harmonia, Saúde, Abundância, Realizações.

Nos dias 31/12 31/03, 30/06 e 30/09, o Conselho se reúne para avaliar o carma do planeta inteiro. Faz um retrospecto do trimestre que se encerra e toma decisões para o próximo trimestre.

Nesses dias especiais, os discípulos da Luz podem apresentar a esses Divinos Juízes sua petição ou projetos que, se forem considerados dignos e úteis à Vida, serão autorizados – e aí os autores receberão uma ajuda direta (seja ela qual for) do Conselho para realizá-los.

Quando conquistarmos a vitória da manifestação de nosso plano divino e consumirmos o nosso carma negativo, iremos então ter com a Presença do Eu Sou, o Amado Santo Cristo Pessoal (o nosso Eu Superior) e o Conselho do carma, que decretarão o direito de libertarmo-nos da roda viva das   reencarnações

FAZEM PARTE DO CONSELHO CÁRMICO:

  • PÓRTIA: Justiça e Oportunidade – é o Complemento do Mestre Saint Germain
  • Mestra Nada: Amor Devocional e Gratidão
  • Kwan Yin: Misericórdia e Compaixão
  • Libra: Equilíbrio
  • Palas Athena: Verdade
  • Elohim Vista: Ciência, Concentração e Cura
  • Saithru: Ser responsável pela sétima raça raiz da humanidade terrestre
  • Arcanjo Miguel: Fé, Proteção, Vontade Divina
  • Irmãos Interdimensionais e Interplanetários: Energia eletromagnética que facilita a manifestação de nossos sonhos.

RITUAL:

Em um papel branco, escreva a lápis a data, seu nome de solteiro (nome de batismo), e data de nascimento.

“Em Nome de Minha Bem Amada e Poderosa Presença Eu Sou o Que Sou!”

Em Nome do Meu Bem Amado Santo Ser Crístico Presente em meu Coração peço pela Paz e Cura Universal!”

Logo em seguida agradeça, agradeça e agradeça por tudo de bom e tudo de negativo que ocorreu durante os últimos 3 meses.

Em seguida faça todos os seus pedidos ao Conselho Cármico.

Dobre o papel e faça a oração “A Grande Invocação”. Ao terminar, guarde a carta em uma bíblia, e deixe até o próximo Conselho Cármico.

Não se esqueça de queimar a carta do último Conselho Cármico na vela que você acabou de acender.

INVOQUE O BEM AMADO ARCANJO MIGUEL

Em nome do Pai, do Filho, do espírito Santo e da Mãe Divina, 

Eu (diga seu nome completo e em voz alta) invoco o Amado Arcanjo Miguel para que entregue esta carta para a Amada Deusa da Liberdade, no Conselho Cármico de Deus.

A GRANDE INVOCAÇÃO

DO PONTO DE LUZ NA MENTE DE DEUS,

QUE FLUA LUZ À MENTE DOS HOMENS,

E QUE A LUZ DESÇA A TERRA.

O PONTO DE AMOR NO CORAÇÃO DE DEUS, QUE FLUA AMOR AO CORAÇÃO DOS HOMENS QUE O CRISTO RETORNE A TERRA.

DO CENTRO A ONDE À VONTADE DE DEUS É CONHECIDA, QUE O PROPÓSITO GUIE AS PEQUENAS VONTADES DOS HOMENS, PROPÓSITO QUE OS MESTRES CONHECEM E SERVEM.

DO CENTRO A QUE CHAMAMOS À RAÇA DOS HOMENS QUE SE REALIZE O PLANO DE AMOR E LUZ E FECHE A PORTA ONDE SE ENCONTRA O MAL.

QUE A LUZ O AMOR E O PODER RESTABELEÇAM O PLANO DIVINO SOBRE A TERRA

HOJE E POR TODA A ETERNIDADE, QUE ASSIM SEJA  AMÉM.

É bom sempre lembrar que TODOS SOMOS UM SÓ!!!

MUDANDO O PADRÃO MUDANDO A FREQUÊNCIA

A humanidade está em um momento de grande provação.

Estamos sendo separados pelas nossas escolhas e consequentemente

pela nossa  FREQUÊNCIA

Vivemos numa  Matrix.

Precisamos nos livrar de determinados padrões e comportamentos,

principalmente criticar e julgar.

Sem criticas, sem julgamentos, principalmente com você.

Vamos mudar a frequência que nos apega ao medo, passado, raiva, discórdia,

negativo…

De hoje em diante vamos vibrar na frequência da Luz que nos alimenta, regenera,

cura.

DIGA PARA VOCÊ O TEMPO TODO

Eu escolho onde usar o meu poder

Eu escolho os meus pensamentos

Eu escolho a auto estima

Eu escolho a compaixão e a compreensão

Eu escolho a prosperidade

Eu escolho o sucesso

Eu conheço o meu valor

Eu escolho a felicidade

Eu escolha a alegria

Os Mestres querem e nos pedem para invocar a Alegria para as nossas vidas.

Eles dizem que:  “Sem Alegria não há Ascensão!”

Muito Sucesso e Saúde a todos.

Namastê.

Belisa do Arcanjo Miguel

DOMINGO DE RAMOS

Arte / Educação: Domingo de Ramos

Bom dia queridos!

Hoje, domingo de Ramos, o Mestre Jesus (Mestre Sananda) do Raio Rubi Dourado, traz o seu amor e cuidado por toda a humanidade de uma maneira muito especial.

Ele nos convida a conhecê-lo e compartilhar com Ele o “trabalho Crístico”, nos conectando através do conhecimento, com a Sua verdadeira Missão junto ao Planeta Terra.

O Ramo que Jesus trouxe ao entrar em Jerusalém, representa a Árvore da Vida, que carrega em si, o Conhecimento .

Fraternidade Branca: Sexto Raio_RUBI DOURADO

A CHAMA RUBI-DOURADA

O 6° Raio Rubi-Dourado”

O Sexto Raio eleva a vida e os seres, canaliza o desejo e a aspiração para metas cada vez mais altas e evela novos ideais. A busca da luz pelos vegetais e a domesticidade dos animais dão-se pela influência desta energia psíquica, que vem sendo explorada por grupos involutivos e por grandes MESTRES DE LUZ, para direcionar as pessoas incultas e emocionalmente inocentes no atual processo de depuração energética do planeta – uma grande batalha que URIEL E GRAÇA enfrentam diariamente unidos ao potencial de PAZ E PACÍFICA no despertar da humanidade.

Quando místicos sofrem muito com o enfraquecimento de forças e passam por fases enervantes de questionamentos doentios, às vezes são intolerantes e, por terem uma visão estranha dos seus propósitos, seu progresso é muitas vezes retardado.

É o que Raio representa, a devoção abnegada, a cooperação humilde, o serviço prestado, a cura e a paz.

O Mestre Jesus foi o Chohan deste Raio até pouco tempo atrás, quando foi promovido a Instrutor do Mundo. A mestra NADA é atualmente a Chohan deste Raio. Tendo empregado a Chama Rosa do Amor Divino, ela formou um grande “momentum”. A Mestra Nada é, também, mensageira do Deus Meru, cujo Templo da Iluminação está localizado na América do Sul.

Durante o período de Dispensação Crística, a Mestra NADA, por muitos anos, prestou valiosa assistência; agora, ela derrama seu amor e auxílio através do Sexto Raio.

O Sexto Raio representa o dinamismo, coragem, força e deve também ser usado numa situação de emergência.

Os anjos que pertencem ao Templo Rubi, recebem e enviam a essência divina aos suplicantes da Terra, em caráter de emergência. Por isso, recorremos a este Raio e à Mestra NADA nestas situações. Costuma-se prestar homenagens a esta Mestra do Raio Rubi, no início da Primavera, quando a natureza, aparentemente “morta”, desperta para a vida.

O Mestre Jesus era seu Diretor até há pouco tempo, quando foi Ascensionado a Instrutor do Mundo.

MESTRA NADA - CHOHAN DO SEXTO RAIO
Mestra Nada

ATUALMENTE É A MESTRA NADA QUE OCUPA O CARGO DE DIRETOR DO 6º RAIO.

Sua capacidade especial é o Amor. É a energia que Jesus manifestou sua missão, introduzindo a ERA DO AMOR NO PLANETA.

São pessoas que possuem a capacidade do culto a uma figura divina ou de um líder que possa introduzir novos princípios.

Frequentemente, os que pertencem a este Raio são sacerdotes, assim como pessoas com desejos ardentes, no culto divino, em servir a humanidade, e muitas vezes sem colher reconhecimento pelos serviços prestados.

Muitos pertenceram à Igreja em vidas passadas apresentando bloqueios emocionais inconscientes para prazer e abundância. Isso porque fizeram votos de castidade, celibato e pobreza nas vidas passadas, muitas vezes com contratos de sangue, e as sequelas emocionais destas “promessas” continuam nesta vida (inconscientemente) causando uma espécie de “auto-boicote”, quanto à manifestação financeira, também podendo apresentar problemas sexuais como repressão sexual, impotência ou frigidez.

Para dissolver estas ideias limitantes (subconscientes) provenientes destes contratos não é necessário que se lembrem das vidas passadas, nem dos votos de castidade, pobreza, sofrimento e celibato.

A melhor solução é escrever novos contratos nesta vida que cancelem àqueles das outras vidas.

Mesmo se não tiver certeza de que tenha feito ou não estes contratos nas outras vidas, não há mal algum em prosseguir com este procedimento.

Os resultados desta libertação da mente subconsciente podem incluir maiores manifestações financeiras, melhores relacionamentos amorosos, melhor saúde sexual (emocional e física), sensação de leveza e de que finalmente merece ser feliz e sentir prazer.

Facebook

FAÇA UMA CARTA AOS ANJOS, MESTRES

Em outras palavras, fisicamente escreva um novo documento (ou carta ao subconsciente, ou a Deus, ou aos Anjos) declarando seu desejo de cancelar quaisquer votos de celibato, pobreza, sofrimento e castidade feitos em outras vidas, em todas as linhas de tempo, espaço e matéria, no passado, presente e futuro. Após escrever o contrato de rescisão, assinar, datar, ler em voz alta e finalmente queimá-lo. Repetir o procedimento quantas vezes forem necessárias (em dias diferentes) até sentir que o contrato da vida passada tenha sido finalmente libertado da mente subconsciente.

O máximo que irá acontecer neste caso é sua vida não apresentar melhoras, o que significaria que a razão de seus bloqueios sexuais ou financeiros não são contratos de outras vidas, e sim alguma outra causa.

Assim, esta rescisão só pode ser benéfica em ambos os casos.

O ápice da manifestação da energia do sexto raio se deu na época de Jesus e agora estamos no novo milênio, onde a força motriz condutora é substituída do Sexto para o SÉTIMO RAIO.

Devoção, idealismo, amor, ternura, lealdade, intuição e reverência. É a energia que Jesus manifestou sua missão, introduzindo a era do amor no planeta.

São pessoas que possuem a capacidade do culto a uma figura divina ou de um líder que possa introduzir novos princípios.

No retiro da Arábia Saudita está o Templo da Ressurreição Rubi da Cura, cujas chamas imortais da restauração e da ressurreição são guardadas e protegidas pelos Mestres Ascensos Jesus e Mãe Maria.

As Bem Amadas Maria, Mãe de Jesus e Mestra NADA exercem no Templo da Chama Rubi da Cura parte de suas diversas atividades beneficentes. Se considerar que o Templo Rubi da Cura existe desde as primeiras encarnações humanas, podemos avaliar a imensa Força de seu “momentum”.

As radiações da Chama Rosa Rubi Dourada envolvem as auras dos fiéis, formam uma espiral de energia sempre crescente que, Mestre Jesus, Mãe Maria, Mestra NADA e outros Grandes Seres, fazem retornar à Terra em resposta aos pedidos de auxílio, Cura e Paz.

A Chama da Ressurreição representa a aceleração da ação vibratória da Luz da Vida nas células do corpo, tornando a Luz Interior capaz de expulsar todas as limitações. O Tempo da Ressurreição é circular, e tem várias câmaras que parecem grandes corredores cilíndricos dispostos em volta da Sala Central da Chama, onde está focalizado o coração do fogo sagrado da Ressurreição.

Do coração do Templo onde o fogo branco da Ressurreição pulsa como um grande lírio, as hostes angelicais dos Devas, Querubins e Serafins da Ressurreição estão constantemente absorvendo a sua essência para, em seguida, a distribuírem sob a direção dos Mestres responsáveis pela projeção dos raios de luz.

O retiro também contém uma sala de televisão e sala de rádio, onde todo evento na terra pode ser visto ou ouvido a qualquer tempo. Num laboratório químico, estudantes aprendem como criar antídotos para guerra bacteriológica. Em outras salas, registros de civilizações antigas são mantidos e os estudantes aprendem como usar os Sete Raios de Deus para as bênçãos da humanidade. O retiro focaliza a chama da Paz. Jesus também está encarregado deste retiro e presta serviço com a Amada Mestra NADA e as legiões da Paz.

Mestres de Luz: Raio Rubi-dourado - Mestra Nada e Mestre Jesus
MESTRA NADA

O sexto Raio e a Missão da Mestra Nada é irradiar a Cura, a Paz, o Amor Incondicional. Representa ainda a devoção abnegada, a cooperação humilde, o serviço prestado.

Mestra NADA foi a Ascensionada que ajudou Saint Germain a obter a dispensação que tornou possível revelar as instruções de vários Seres Ascensionados após 1930, através do mensageiro Guy W.Ballard. A comunicação diz “Saint Germain e Mestra Nada permanecerão sós.”

CHAVES PARA A SABEDORIA: COMO CULTIVAR O AMOR DIVINO (PARTE FINAL)

Na Atlântida, Mestra NADA serviu no “TEMPLO DO DIVINO AMOR” localizado onde hoje é New Bedford, Massachusetts. Daquele templo eram emitidos Raios Curadores dirigidos para todo o globo, para aqueles que precisam deles ou para os que o desejavam.

Mestra NADA, em sua última encarnação sobre a Terra, entrou para o retiro de Luxor. Lá Ela recebeu as rigorosas disciplinas do Templo da Ascensão. A princípio Ela achou muito difícil manter harmonia entre os seus aprendizes, devido aos atritos e às várias qualidades humanas que precisam ser suplantadas quando se vive em contato muito próximo com outros estudantes. Ela disse aos estudantes que, algumas vezes, ela deixava o retiro e corria durante milhas pelo deserto, apenas para se livrar das pressões.

A cura é uma das suas manifestações de serviço à Humanidade, Ela também está pronta a dar assistência a indivíduos que desejam ajuda para libertarem-se de maus hábitos.

Mestra NADA é um dos membros do Conselho Cármico, representando o Terceiro e Sexto Raios do Amor.

Mestre Jesus foi Chohan deste Raio até ter sido promovido, juntamente com Mestre Kuthumi, a Instrutor do Mundo e desde então Mestra Nada derrama o Seu Amor e auxílio por meio do Sexto Raio.

Esta Mestra nos ensina sobre a devoção a DEUS e ao uso da Palavra. É a advogada nossa, intercedendo junto à hierarquia espiritual quando cometemos erros graves. Ela sempre nos defende, pois ama os seres humanos e sempre acredita em nossa redenção, que somos bons e que merecemos uma nova chance.

A Mestra NADA é como uma mãe que por mais que veja seu filho errando e repetindo os mesmos erros ciclicamente, perdoa, ama incondicionalmente e aceita esses erros como um caminho de aprendizado.

Seu empenho é em iniciar e cuidar da família da era de Aquário. Ela traça seu círculo de amor em torno dos lares e famílias que seguem o caminho espiritual e nas quais os padrões acertados e ações corretas são ensinados às crianças desde cedo. Em momentos muito críticos onde a ignorância humana havia atingindo um ápice, quando o plano superior havia decidido extinguir a raça humana para que pudéssemos recomeçar nossa jornada espiritual de uma outra forma, foi a Mestra NADA quem se prostrou aos pés do Criador, suplicando-Lhe para que nos desse uma nova chance.

Ela é a intercessora da alma perante o tribunal da divina justiça, unificadora de famílias e de Chamas gêmeas; qualificadora do Amor como ministração e serviço a todas as partes da Vida.

A Mestra NADA por ser uma Mestra Ascensionada tem condições de avaliar as situações que merecem uma segunda chance ou não. Ela tem iluminação suficiente para discernir quando as pessoas merecem uma atenção especial e o nosso amor.

MESTRA NADA FOI MARIA MADALENA, A CHAMA GÊMEA DE JESUS

“Revelação canalizada por Nisete Machado”

ANO NOVO CHINÊS

O ANO-NOVO CHINÊS SE INICIA NO PRIMEIRO DIA EM QUE A LUA ESTÁ NA FASE NOVA.

Em 2021 o início do ano ocorre em 12 de fevereiro, quando começa o Ano do Boi (Búfalo) de Metal, que corresponde ao ano 4719 do calendário chinês, cujo término acontecerá em 31 de janeiro de 2022.

2021: ANO DO BOI

O boi é o segundo animal do zodíaco chinês. Os 12 signos do horóscopo chinês são utilizados para representar os anos. Como o ciclo se repete a cada 12 anos, 2020 encerrou um ciclo representado pelo rato, e em 2021 um novo ciclo se inicia, com o boi.

Em 2021, o ano será do signo de boi (búfalo) com o elemento metal. Desta maneira, segundo a astrologia chinesa, espera-se a chegada de um ano de trabalho árduo e de superação. O sucesso será fruto de muita disciplina, perseverança e dedicação.

ANO NOVO CHINÊS 2021: ANO DO BOI (BÚFALO)

Os últimos anos do boi ocorreram em: 1913, 1925, 1937, 1949, 1961, 1973, 1985, 1997 e 2009.

O ANO NA CHINA

Diferentemente do calendário ocidental, que é organizado pelo movimento de translação da Terra e, por isso, o ano possui 365 dias, o calendário chinês é lunissolar, ou seja, é organizado de acordo com as fases da Lua e a posição do Sol.

Por esse motivo, não há uma data fixa para o início do ano chinês; o seu início acontece entre 21 de janeiro e 20 de fevereiro, em decorrência do surgimento da primeira lua nova.

Para fins civis, os chineses utilizam o calendário gregoriano, utilizado na maior parte do mundo, e o calendário chinês marca as festividades e datas importantes.

A festividade que marca o início do Ano-Novo Lunar no calendário chinês é chamada de Festival da Primavera, celebração mais importante do calendário, que dura 15 dias e se encerra com o famoso Festival das Lanternas.

ANIMAIS NO ANO-NOVO CHINÊS

Segundo a tradição chinesa, Buda convocou os animais para uma reunião, porém apenas 12 atenderam ao seu pedido. Como forma de honrá-los, esses animais foram transformados em símbolos da astrologia chinesa e cada ser passou a representar um ano.

SIGNOS DO ZODÍACO CHINÊS

A posição dos 12 animais teria sido definida de acordo com a ordem do encontro com Buda. São eles: rato, boi, tigre, coelho, dragão, cobra, cavalo, cabra, macaco, galo, cachorro e porco.

Pela crença, os animais também recebem a influência dos 5 elementos fundamentais do Universo: metal, madeira, água, fogo e terra. Por isso, o calendário chinês possui 5 ciclos de 12 anos cada.

ORAÇÃO PARA AS ALMAS QUE PARTIRAM

O Kadish é uma das preces mais conhecidas da liturgia judaica e suas palavras de abertura são bem familiares. Esta prece é entoada em funerais, em recordação do holocausto,  e em outras ocasiões tristes.Quando algum parente próximo morre os judeus rezam diariamente o Kadish dos enlutados por 11 meses, com base na crença de que a alma leva 12 meses para passar de um nível a outro. O Kadish é considerado um meio para ajudar o ente querido a fazer sua transição para dimensões mais elevadas. O 12 mês é omitido, poios, se supõe que o falecido já tenha adquirido suficiente mérito para fazer a transição por conta própria. Rezar o Kadish no ultimo mês pode significar  que a pessoa falecida não era suficientemente virtuosa, e isso não seria apropriada. 

Aqui vai uma pequena  história que ilustra muito bem esse grande ato de amor.

Há muito tempo quando uma pessoa com seu aluguel atrasado o proprietário tinha o direito de fazer justiça com as próprias mãos. Ele podia retirar a mobília toda e vende-la; ele podia colocar os devedores na cadeia; ele até podia, que Deus não permita, tirar as pessoas de casa e vende-las como escravos.    

O fato a seguir ocorreu a 150 anos, na casa de um pobre homem, que era casado com Feigale, e que devia muitos meses de aluguel. Certo dia, depois que  Feigale tinha saído para ir ao mercado, o proprietário apareceu com a policia e levou embora o marido e as oito crianças. Quando Feigale voltou do mercado, os vizinhos lhe contaram o que tinha acontecido.

Então, a santa mulher foi procurar o proprietário a fim de saber o paradeiro do seu marido e seus filhos. O homem disse que tinha intenção de vende-los como escravos, para conseguir o dinheiro dos alugueis atrasados. Ela suplicou; ela implorou. Ele pensou sobre o assunto que talvez pudesse obter até o dobro do que conseguiria no mercado de escravos. Seria uma soma exorbitante, mas ele não tinha nada a perder.

Assim, ele finalmente concordou em resgatá-los. Ele pediu 100 rublos pelos alugueis atrasados e 9.700 rublos por seu trabalho. Ele disse à mulher que o dinheiro extra serviria para subornar a policia e as outras autoridades, a fim de libertar seu marido e seus 8 filhos.

A mulher olhou fixamente para o proprietário, mal acreditando no que tinha acabado de ouvir. 10.000 rublos!!! Já seria muito difícil arrumar 100 rublos. Mas 10.000 rublos era uma fortuna além de qualquer possibilidade.

Ela saiu da casa do proprietário andando vagarosamente pelo caminho de terra que a levava à sua própria casa. O que ela poderia fazer? Ela botou a mão nos bolsos e encontrou 3 rublos. Isso era tudo o que ela tinha. 3 rublos. Não havia nada mais para vender. Tudo o que tinha, já tinha  sido tirado da sua casa a fim de alimentar as crianças. Parecia que tudo estava perdido.

Com este pensamento a mulher continuou a andar e, de repente, um pensamento lhe veio à cabeça. O pensamento disse a ela: Feigale, quando seu marido morrer, quem vai rezar o Kadish para ele? Quem vai saber quando ele morreu?

Esse pensamento lhe aterrorizou. Ela encontrou um pobre judeu no caminho, deu-lhe 1 rublo e lhe disse: “por favor, diga o Kadish dos enlutados por meu marido.” Ela deu o nome de seu marido ao mendigo e foi embora.

Enquanto estava andando ele repetiu, outro pensamento veio a sua mente e ele lhe disse:  Feigale, e  o que acontece comas pessoas que morrem e que ninguém diz Kadish por elas?

Então Feigale correu de volta para o mendigo, e deu-lhe 1 rublo, dizendo: Caro senhor, diga Kadish por todas as almas por quem jamais for dito. Por favor, diga Kadish a fim de ajudar sua passagem pelas dimensões celestes.

Feigale saiu de perto do mendigo profundamente comovida. Mas, assim que começou a se afastar, ainda outro pensamento lhe veio à mente.

Ela voltou para o lugar onde o pobre mendigo estava sentado, com os 2 rublos em suas mãos, e lhe deu o terceiro rublo, o último que tinha, a última coisa que possuía, dizendo: caro senhor, quando disser o Kadish por todas essas almas perdidas, ponha realmente, mas realmente mesmo, todo o seu coração em todas as suas orações; não retenha nada de forma alguma.

Nas horas que seguiram, a mulher permaneceu sentada no meio de um campo, não muito longe do mendigo. Quando o sol se pôs, ela ouviu o mendigo rezando. Ele rezava com o coração partido, pedindo ajuda com todas as suas forças e com toda a sua dor. Ela sentia o seu rosto encharcado pelas lágrimas,  enquanto era levada para regiões celestiais numa carruagem feita de chamas. As orações do mendigo romperam os portões celestiais e soltaram um rio de almas que esperavam há muito pelo resgate. E o mendigo terminou suas orações.

Ela então começou a andar em direção à sua casa,  e seus passos de alguma forma pareciam mais leves. E enquanto estava em seu caminho, uma linda carruagem puxada por quatro cavalos apareceu. Isso era pouco comum, ela nunca vira uma carruagem assim antes. A carruagem parou perto dela e um homem bem vestido, que estava dentro dela, perguntou-lhe o caminho. Então o estranho fez uma coisa menos comum: ofereceu uma carona à Feigale. Ela não sabia o que fazer. Ela nunca tinha entrado numa carruagem como aquela. A principio disse que não, mas ele insistiu. Como ela sentiu que o homem era sincero, acabou aceitando. Afinal tinha sido um dia muito longo, e logo os dois começaram a conversar.

O estranho lhe fez muitas perguntas. Aos poucos, conseguiu saber toda a historia sobre seu marido, seus filhos, o proprietário, e os 10.000 rublos. Enquanto ajudava a mulher a soltar da carruagem, ele fez uma coisa incrível: tirou do bolso seu talão de cheques e preencheu um cheque com a soma de 10.000 rublos. Ela ficou espantada. No dia seguinte, ela correu para o banco. Quando ela entregou o cheque para o funcionário do banco no caixa, ele olhou para ela de modo estranho e lhe disse para esperar um pouco. Ela ficou em pânico. Será que o cheque era de verdade ?

Quem sabe o estranho tinha feito uma brincadeira cruel, e não tinha dinheiro algum no banco. Ela ficou esperando, cada vez mais nervosa enquanto o tempo passava.

O funcionário voltou com o seu supervisor, que olhou para ela debaixo para cima, então o supervisor levou a pobre mulher pelo braço e a levou ao escritório do presidente do banco. O escritório era grande, e o homem estava sentado atrás de uma escrivaninha olhou para ela com uma expressão zangada.

Como foi que obteve este cheque?

Ele perguntou.

Então ela lhe contou a história e também a história de seu marido e filhos.

O homem a pontou para dezenas de retratos pendurados nas parede da sala e perguntou-lhe: você reconhece algum desses retratos?

Feigale olhou e, na mesma hora reconheceu no retrato grande, por trás da escrivaninha o homem que tinha estado na carruagem. Assim que ela disse isso, o presidente empalideceu. A verdade é que o cheque que ela tinha em suas mãos estava assinado por seu pai. E o retrato que estava por trás dele era o retrato de seu pai. Seu pai falecera havia cinco anos, e o presidente do banco não recitou o Kadish por seu pai.

KADISH – ORAÇÃO DOS MORTOS

Que o Seu grande Nome seja exaltado e santificado no mundo que Ele criou conforme Sua vontade.

Que Ele queira estabelecer Seu reinado … durante nossas vidas e durante a vida de toda a Família de Israel, rapidamente e em breve.

(A Congregação responde:

‘Amen. Que Seu grande nome seja abençoado para sempre e eternamente’).

Abençoado, louvado, glorificado, exaltado, enaltecido, honrado, elevado e elogiado seja o nome do Todo-Poderoso.

(A Congregação responde: ‘Abençoado Seja’)

Acima de todas as bênçãos e cânticos, louvores e consolações que possam ser pronunciados no mundo.

Que possa haver paz abundante provinda dos Céus e vida boa sobre nós e todo Israel.

Aquele Que estabelece paz nas alturas, Que possa trazer a paz sobre nós e sobre todo Israel.

  Como se pode notar, não há nenhuma menção ao falecido, sobre morte ou luto. O Kadish é uma afirmação de vida: o reconhecimento do Todo-Poderoso, uma prece para que Sua grandeza seja reconhecida no mundo e um pedido por paz e vida.

O Kadish é recitado porque, além de afirmar e reassegurar a crença do enlutado no Todo-Poderoso, ele traz méritos à alma da pessoa falecida, pois aquele que recita o Kadish (o enlutado) faz com que a congregação louve o nome de D’us ao recitarem “Que Seu grande nome seja abençoado para sempre e diariamente” e “Abençoado Seja”. 

UMA ORAÇÃO PARA AS ALMAS QUE ESTÃO INDO EMBORA DA TERRA

Amada Presença de Deus EU SOU nos corações de toda humanidade, Amado São Miguel, Arcanjo da Libertação, e suas legiões angélicas:

Em nome das almas da humanidade – particularmente as que serão chamadas de suas formas mortais por nosso Pai celestial neste dia – Eu faço este chamado. (inclua aqui seus amados que acabaram de partir)

Deixe os Anjos da Paz junto aos corpos físicos de cada alma mantendo em perfeita paz a aura e os sentimentos dos que estão partindo da oitava física e dos (encarnados) que estão presentes, onde tal libertação estiver acontecendo.

Pela Presença dos Serafins de Deus, deixe a aura santificada ser elevada na hora solene da transição, que a alma possa ser libertada de seu tabernáculo terreno pelas legiões dos Arcanjos Miguel, Gabriel, Rafael e Uriel.

Permita que todo o temor e dúvida, tristeza pela separação e mágoa na partida dos amados, sejam consumidas pelos Anjos de Chama Violeta do Arcanjo Tzadkiel. Que não haja angústias para as almas que estão no limiar de uma nova liberdade.

Deixe que os Anjos Divinos da Libertação encontrem cada alma. Não permitam que os humanos pertencentes às evoluções da terra, passem pelos véus da chamada “morte”, desamparados.

De acordo com a vontade de cada um, deixem todas as crianças de Deus que passam pela tela da vida neste dia, serem levadas aos Templos da Misericórdia e do perdão para serem banhadas pelos fogos purificadores da Chama Violeta de Saint Germain.

Deixe-os serem preparados para passar perante os Senhores do Karma na dignidade do Cristo Pessoal de cada um, e cientes, em plena consciência; e permitam que cada alma seja designada a uma escola da Vida, para receber a oportunidade de estudar a Grande Lei, de acordo com a sua própria evolução.

Eu Chamo aos Senhores da Misericórdia e do Amor divino, para envolver todos cujos amados estão para partir ou recentemente partiram desta terra, transmutando e consumindo com todo o peso e sentimento de perda, enchendo cada coração e lar com a paz e o entendimento sobre a oportunidade recebida pelas almas, chamadas a outros reinos, para progredirem no caminho de Vida eterna.

Assim Seja! Eu Aceito isto manifestado em nome do Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo, Amém.

HERMES TRISMEGISTO | O GRANDE SOL CENTRAL DO OCULTISMO

“Por esta razão fui chamado de Hermes Trismegistos, pois possuo as três partes da filosofia  universal”

Quem foi Hermes Trismegisto?

Antes de responder essa pergunta, seria interessante estabelecer as bases do esoterismo. Afinal, aqui cabe uma correção no título desse artigo, pois Hermes Trismegisto é Grande Sol Central do esoterismo.

De modo simples e direto, Hermes Trismegisto, “Hermes Três-Vezes-Grande” é uma deidade sincrética que combina aspectos do deus grego Hermes e do deus egípcio Thoth.

Mas vamos nos aprofundar um pouco mais!

Buscando as palavras de Hans-Dieter Leuenberger, em seu livro “História do Esoterismo Mundial”, Hermes seria “a personificação do princípio esotérico no limiar entre a época do antigo império egípcio e o helenismo.”

De forma ainda mais ampla Leuenberger refere-se a Hermes Trismegisto como

“o deus que descobriu os hieróglifos, os desenhos sagrados da escrita; ele também elaborou o calendário, mediu o tempo e, sobretudo, criou todos os sistemas de medida existentes, englobando todo o conhecimento do mundo num livro misterioso, chamado Livro de Thot.”

A resposta à questão colocada no título deste texto poderia ser apenas uma linha retirada d’“O Caibalion”, um dos principais livros modernos dentro do hermetismo: “contemporâneo de Abraão, Hermes foi e é o Grande Sol Central do ocultismo”.

Ainda seguindo pelo primeiro capítulo deste livro somos informados que Hermes, o Mensageiro dos Deuses, teria vivido no Antigo Egito, numa de suas primeiras dinastias entre 3200 a.C. e 1500 a.C., quando a raça humana ainda estava em sua infância.

Infere-se ainda que Hermes vivera com o Egito sobre o domínio dos Reis Pastores, Iksos, ou Irschu. Ou seja, Hermes teria vivido na mesma época de Abraão , sendo que algumas tradições judaicas afirmam que Abraão adquiriu parte de seu conhecimentos místico de Hermes, e as evidências deste fato realmente existem.

Todos os preceitos fundamentais e básicos introduzidos nos ensinamentos esotéricos de cada raça foram formulados por Hermes Trismegisto. Até por isso, o Egito foi a terra da Sabedoria secreta e dos ensinamentos místicos.

“Mestre dos Mestres”, Hermes foi o fundador da Astrologia, e descobridor da Alquimia, sendo aclamado como o pai da Ciência Oculta .

Muitos duvidam de que, de fato, ele fora um homem, mas de acordo com a tradição, sua última encarnação neste planeta se deu muito antes do tempo de Moisés.

A tradição ainda nos diz que Hermes viveu por aproximadamente trezentos anos (o que não é muito se buscarmos o padrão apresentado na Bíblia para os contemporâneos de Abraão), e após sua morte os egípcios deificaram Hermes Trismegisto sob o nome de Thoth, o mensageiro dos deuses, assim como os gregos, mas tarde, como Hermes, deus da sabedoria.

Entre as obras atribuídas a Hermes, podem ser citadas “A Tabua de Esmeraldas”, “O Poimandres”, “O Asclépios”, e a “Minerva Mundi” ou “Corê Cosmou”.

Estas seriam obras disponíveis aos não iniciados, sendo que existem outras tantas – são atribuídas a Hermes mais de 2000 obras – destinadas aos “ouvidos do Entendimento”.

Para Hermes existiam os planos Espiritual (o plano das ideias de Platão), Mental (lógico dedutivo, não criativo) e o Plano Material.

Estes três planos, conforme Papus nos mostrou em seu artigo de 1900, “Como Está Constituído o Ser Humano”, existem, com outros nomes, nas diversas tradições filosóficas, como ocultismo, espiritismo, cabala, rosacrucianismo, pitagóricos, hindus, chineses e até nos ensinamentos de São Paulo (Corpus, Anima Spiritus).

Hermes Trismegisto, era conhecido como “Hermes, o Três Vezes Grande”, e dizia-se que ele possuía a “Tabua de Esmeralda”, o guia completo de magia e alquimia. Seus ensinamentos teriam sido publicados em inúmeras obras que deram origem à filosofia hermética, um sistema de práticas que buscava a ascensão pessoal da natureza física nos mais altos reinos.

Foi produzida muita literatura sobre Hermes, e alegou-se que ele mesmo deixara obras doutrinais num conjunto que veio a ser conhecido como Corpus Hermeticum. Sua filosofia , batizada de hermetismo, foi aproveitada pelos primeiros cristãos.

Entre os árabes, Hermes Trismegisto foi associado ao profeta Idris, que no Corão aparece como uma figura exaltada por Alá.

A tradição hermética ganhou novo fôlego no fim da Idade Média e no Renascimento, pela renovação no interesse pela mitologia clássica e o advento da alquimia.

Nesse período, Hermes já não era mais considerado um deus, mas sim um sábio contemporâneo de Moisés, que influenciou Platão e os neoplatônicos.

Os ocultistas renascentistas interpretavam sua herança filosófica dentro do prisma cristão, tanto que sua filosofia influenciou fortemente os ensinamentos e estudos de sociedades secretas como a Maçonaria e a Ordem Rosa cruz.

Isaac Newton, por exemplo, estudou atentamente alquimia e o hermetismo em sua época, escrevendo inclusive um comentário sobre “A Tábua de Esmeralda”, parte do “Corpus Hermeticum”, tentando unir a ciência e a espiritualidade.

Nas palavras de Newton:

“Eu sou um cético por natureza, mas não tenho alternativa a oferecer apoio subjetivo à alegação de que a tábua de Esmeralda tem propriedades transformadoras. Há outras coisas além da transmutação de metais que ninguém domina, mas eles entendem.”

Nos séculos seguintes Hermes era encaixado mais como um anti-herói dentro do mundo ocidental, permeando várias culturas.  Com o ressurgimento de cultos neopagãos na sociedade contemporânea, Hermes está sendo novamente estudado e cultuado como uma potência divina.

No século XIX na Europa Ocidental a magia hermética foi praticada por nomes como os envolvidos na Ordem Hermética da Aurora Dourada (a Golden Dawn).

Sua importância para o Egito é tão grande que seu nome foi dado à universidade daquele país.

AS 7 LEIS HERMÉTICAS

Os ensinamentos de Hermes Trismegisto se baseiam em sete Leisque governam todos os planos da natureza, os sete princípios herméticos:

  1. O Princípio do MENTALISMO: “O todo é Mente; o universo é mental.”
  2. O Princípio da CORRESPONDÊNCIA: “O que está em cima é como o que está embaixo, e o que está embaixo é como está em cima”.
  3. O Princípio da VIBRAÇÃO: “Nada está parado, tudo se move, tudo vibra.”
  4. O Princípio da POLARIDADE: “Tudo é duplo, tudo tem dois pólos, tudo tem o seu oposto. O igual e o desigual são a mesma coisa; os opostos são idênticos em natureza, mas diferentes em grau. Os extremos se tocam. Todas as verdades são meias-verdades. Todos os paradoxos podem ser reconciliáveis.”
  5. O Princípio do RITMO: “Tudo tem fluxo e refluxo, tudo tem suas marés, tudo sobe e desce; tudo se manifesta por oscilações compensadas; o ritmo é a compensação.”
  6. O Princípio de CAUSA E EFEITO: “Toda causa tem seu efeito, todo o efeito tem sua causa; tudo acontece de acordo com a Lei; O Acaso é simplesmente um nome dado a uma Lei ainda não conhecida, existem muitos planos de causalidade, mas nada escapa à Lei.”
  7. O Princípio de GÊNERO: “O Gênero está em tudo: tudo tem seus princípios Masculino e Feminino, o gênero manifesta-se em todos os planos da criação.”

Estes são os sete princípios de Hermes, que precisam de um tempo de reflexão e abstração para serem assimilados, e vamos deixar esta análise para um texto posterior.

Além das sete leis herméticas, um dos maiores ensinamentos atribuídos a Hermes, registrado na “Tabua de Esmeralda”, diz que “o que está embaixo é como o que está em cima e o que está em cima é igual ao que está embaixo. Ao mesmo tempo, as coisas foram e vieram do Um, desse modo as coisas nasceram dessa coisa única por adoção”.

O DEUS HERMES: TOTH, HERMES, MERCÚRIO

Hermes era, na mitologia grega um dos deuses olímpicos, filho de Zeus e de Maia, e possuidor de vários atributos. Foi um dos deuses mais populares da Antiguidade clássica, teve muitos amores e gerou prole numerosa.

Deus autóctone, tudo indica que ele era um cultuado desde o Neolítico, ou como uma importação advinda do Chipre e da Cilícia bem antes do início dos registros escritos na Grécia.

Neste caminho, desde o início pode ser vinculado a atributos xamânicos, ligado à divinação, à expiação, à magia, aos sacrifícios, à iniciação e ao contato com outros planos de existência, num papel de mediador entre os mundos visível e invisível; o mensageiro dos imortais.

Ao longo do Helenismo, Hermes adquiriu um papel importante como imagem do Logos e intérprete da vontade divina, e passou a agir criativamente, assumindo funções de demiurgo, um acréscimo atribuído principalmente aos estoicos, gnósticos e neoplatônicos.

Aparentemente, nessa época o Hermes grego foi amalgamado com o deus egípcio Toth (deus ligado ao tempo, ao destino, à ordem cósmica, à lei, à sabedoria, à cultura e ao conhecimento, à religião e instituições civis, aos rituais, ao oculto e à magia, e era também juiz e guia dos mortos), que veio a florescer na figura de Hermes Trismegisto.

Essa identificação remontava ao período clássico, que os neoplatônicos acreditavam que Platão e Pitágoras haviam aprendido dele, mas a datação aceita pela literatura hermética é bem mais tardia.

Os romanos identificaram vários deuses locais com Mercúrio à medida que ia expandindo seu território, aumentando a complexidade do sincretismo em torno do Hermes original e suas formas de culto.

Com o advento do Cristianismo, Hermes chegou a ser comparado a Cristo em sua função de intérprete da vontade do Logos, sendo ainda associado a vários outros personagens da tradição judaico-cristã, como Moisés, Metraton, São Paulo, São João Batista e Enoque. Muito da simbologia ligada ao arcanjo São Miguel é herança de Hermes.

De fato, Hermes foi um dos poucos deuses do panteão clássico que não sucumbiram diante da ascensão do Cristianismo.

Isso se deve ao fato de Hermes ser encarado, no mundo romano, como um homem extremamente sábio, até divinizado, mas não como um verdadeiro deus. Sua complexidade conceitual era tão grande que que alguns escritores, como Cícero, o dividiam em vários Hermes.

As figuras de Hermes e seu principal símbolo, o caduceu (do qual falaremos mais tarde), ainda hoje são conhecidas e usadas por seu valor simbólico, e vários autores o consideram a imagem tutelar da cultura ocidental contemporânea.

Hermes aparentemente foi citado pela primeira vez em tabuletas escritas pela civilização Micênica, dois mil anos antes de Cristo, mas a identificação do nome e sua etimologia é controversa.

Para finalizar, vamos falar um pouco da simbologia que orbita em torno de Hermes Trismegisto.

HERMES TRIMEGISTO COMO SÍMBOLO ALQUÍMICO

Hermes Trismegisto é um dos maiores símbolos da alquimia.

Na alquimia Hermes-Mercúrio desempenhava papel central, e seu símbolo material era o metal Mercúrio, que por suas qualidades ambíguas deu origem a uma grande quantidade de novos mitos alquímicos.

Era considerado a essência divina no mundo, fixo e volátil, possuindo em si as propriedades da Lua e do Sol, da prata e do ouro, e por isso, era visto como hermafrodita.

Ele seria uma síntese do deus egípcio Thoth e do deus grego Hermes, ambos deuses da escrita e da magia em suas culturas.

HERMES TRISMEGISTO, BAPHOMET E OS TEMPLARIOS

Uma corrente alquímica associa o Baphomet templário a uma representação alquímica da união do enxofre e do mercúrio filosofal, considerados como elementos masculino e feminino na consecução da Grande Obra.

O que faria todo o sentido para a associação do Baphomet templário a uma imagem de Hermes Trimegisto. Afinal, grande parte da filosofia alquímica vem dos textos herméticos aglutinados hoje em dia no Caibalion.

Esta corrente corroboraria com a lenda de que os Templários praticavam alquimia e que teriam encontrado a pedra filosofal através de conhecimentos adquiridos com sufis persas que tiveram contato com documentos egípcios da famosa biblioteca de Alexandria.

Baphomet Templário Pentagrama Invertido Bode Maçonaria Significado do bode da maçonaria
Alguns livros aludem este como uma representação do Baphomet templário. Todavia, ela está ligada a Hermes Trismesgisto.

O CADUCEU

Caduceu Hermes Trismegisto
Caduceu

Entre os símbolos ligados ao deus Hermes está o Caduceu.

O caduceu (nome derivado do grego kerykeion, que significa “bastão dos deuses”)é representado como uma bastão com duas serpentes entrelaçadas, e era o símbolo do deus grego Hermes, também conhecido como Mercúrio na mitologia romana. Ele carregava um significado protetor para os mensageiros.

O bastão do caduceu, como símbolo fálico, carrega o poder da Árvore da Vida, e simboliza a comunicação entre o Céu e a Terra.

Já as serpentes representam os opostos, a dualidade, e sua integração, bem como a renovação da vida. O caduceu era usado pelos sacerdotes astrólogos nos rituais dos Mistérios de Elêusis.

Na alquimia, o caduceu representa a união de opostos que devem ser reconciliados: mercúrio e enxofre, fixo e volátil, molhado e seco, frio e quente.

A união das serpentes representa a conjunção de princípios alquímicos e sua descendência é a Pedra Filosofal, representada pela bola dourada com asas no topo do caduceu

O tirso era uma representação do Caduceu com o qual Prometeu levou o fogo para iluminar a humanidade. O tirso em que se oculta o fogo secreto e sagrado é o Sushumna Nadi da fisiologia oculta indiana. No alto do talo havia uma pinha que representava a glândula pineal.

O caduceu também está ligado a Asclépios, o deus da cura, o que o vincula hoje me dia à medicina e à farmácia.

Copyright © 2020 Gaveta de Bagunça

A ENERGIA DAS CHAVES DE ENOCH

Ao usar as sílabas sagradas, as “vibrações vitais” de vocês serão também postas em ressonância simpática com o Eu Superior e o Corpo do Eu Superior Crístico em outros mundos de criação.

As Chaves propriamente ditas foram dadas nos dias 2 e 3 de janeiro de 1973, para preparar a humanidade para a ativação de eventos a acontecer nos trinta anos seguintes do “tempo terrestre”.

Enoch (Enoque) disse que isso será visto como o retorno da Irmandade à Terra a fim de restaurar e ressuscitar a humanidade. Dentro desta estrutura temporal, a preparação do Ofício de Cristo e as Chaves de Enoch vão preceder o Reino de Yahweh – dando suficiente conhecimento para a atividade nos novos mundos à medida que prosseguimos em Seu Nome.


As Chaves de Enoch me foram dadas diretamente por meio da Revelação do rolo sagrado de Luz ardente – visto na Merkabah – no espaço limiar da Luz espiritual superior. Elas me foram dadas além da circunscrição da Terra e das regiões aéreas ao redor da Terra, de modo que não fossem contaminadas pelas caídas formas-pensamento da inteligência superior que influenciam os caminhos destrutivos da humanidade.

Além disso, foi-me explicado que as Chaves me estavam sendo dadas em sessenta e quatro áreas diferentes da ciência, as quais seriam aceitas teoricamente pelos cientistas em cada uma das sessenta e quatro áreas da síntese científico-¬espiritual, antes da chegada da Irmandade de Luz.


Também fui levado e apresentado a assuntos relacionados com as Chaves de Enoch e Metraton, para ajudar a ressaltar os sentidos mais completos das Chaves. E essa é a explicação das Chaves que eu transcrevi (com o melhor da minha capacidade), que deve ser usada como um instrumento para a compreensão das Chaves.

E, após ter recebido essas Chaves, a Merkabah me aparecia regularmente, de modo que outras pessoas viram e deram testemunho da sinceridade da Palavra Viva.
Quanto à natureza das Chaves, há uma seqüência especial na ordenação das Chaves que permite que elas se conectem matematicamente uma com a outra de modo a explicar a interpenetração dos universos e como a inteligência espiritual opera diretamente através das interfaces e das intercombinações das Chaves.

Enoch me disse para utilizar códigos numéricos específicos na ordenação das Chaves, os quais são apresentados conforme me foram mostrados – com as seqüências numéricas exatas.


Enoch me falou que as primeiras cinqüenta e quatro Chaves serão a base para os Dez Mandamentos – as dez Chaves finais que darão os sistemas de malha da vida e a ressurreição e reespacialização da humanidade coletiva, que avançará ao EU SOU O EU SOU universal. Esta é a Manifestação Divina do Reino de Luz, conectando a evolução humana e a Evolução Superior no tempo marcado.


As dez Chaves finais, porém, vão ser dadas como um rolo especial após o testemunho da mensagem dos B’nai Or, os Filhos de Luz, ter sido dado aos cientistas e aos pensadores espirituais seletos deste planeta, como um testemunho do Plano do Pai sendo finalizado pelos Conselhos da Inteligência Superior. Enoch me mostrou como as dez últimas Chaves – os Dez Mandamentos – são estruturas de Luz em malhas piramidais coordenando as vibrações dinâmicas, as vibrações gravitacionais e os ciclos vitais de acordo com o Plano Divino de YHWH.
As ilustrações que foram decididas para as Chaves dão o quadro da família de “Cristo” e do trabalho dos Mestres que, juntos com Enoch e Metraton, refletem o verdadeiro Livro do Conhecimento.


Assim, este Livro foi entregue a vocês para que possam estar preparados para a abertura das malhas piramidais dentro das bases de transformação, de modo que a sua própria essência esteja preparada como o “Adão” sobre a Terra para ingressar no próximo desdobramento do Adam Kadmon, o Homem de Luz primordial. Nesta transformação, a Terra, como parte de uma zona de testes bioquímicos, possibilitará que o Amor do Pai e a espécie aumentem e se multipliquem, enquanto que alguns programas conscienciais serão concluídos e decrescerão no plano geral da criação.r

Nos preparativos para estudar as Chaves de Enoch, para que se despertem os dons do Espírito Santo Shekinah, a pessoa deveria procurar estar concentrada, sentindo completamente o Amor do Pai dentro de si, evitando as escolas de pensamento que sacrificariam a Sabedoria de Deus por um entusiasmo momentâneo, e que se curvariam a uma imagem esculpida, mesmo à imagem de um Mestre. Nosso objetivo é construir o Reino de Luz dentro da estrutura de realidade deste mundo, estando sempre conscientes de que este corpo carnal cederá lugar a uma vestimenta de Luz.


Ao estabelecermos paz e harmonia uns com os outros, cada um de nós está contribuindo para o Reino de Luz dentro de uma unidade Pai-Filho-Shekinah dos cosmos, universos e mundos planetários. A Luz de YHWH é tão vasta que não há espaço aonde ela não consiga penetrar e começar a ativar até a estrutura celular mais elementar de tal forma que esta possa evolver a sóis de esplendor infinito e inimaginável.


POR QUÊ OS TERMOS ANTIGOS SÃO INCLUÍDOS NAS CHAVES?


De acordo com Enoch, as antigas expressões das línguas egípcia- hebraica-tibetana-sânscrita-chinesa precisam ser usadas porque elas conectam-se fielmente com os Mestres que ainda estão ministrando Sabedoria a este programa de inteligência. Estes “sons de Luz”, usados ao se assentar a base do programa atual, figurarão predominantemente na recapitulação deste programa, agora em seu ponto Ômega.


As Chaves foram compostas em geometrias de letras de fogo porque elas são usadas pelos Mestres de Luz para moldar a criação entre os poderes. de Luz e as oitavas de som. Logo, elas constituem o poder regenerador do bio acoplamento, expresso através da vibração da Palavra que produz as letras da geometria cromática.


As palavras energéticas devem ser usadas para codificar o seu corpo diretamente na Luz. Elas também fornecem as vibrações sonoras de saudação e proteção ao se trabalhar com as Irmandades de Luz e com a Hierarquia de YHWH.

Se essas antigas palavras energéticas fossem usadas em português, em uma língua indo-européia moderna ou em qualquer outra língua, privaria a consciência de uma experiência direta com o poder da linguagem sagrada. Traduzir estas palavras faria com que elas perdessem sua pulsação de energia; é o mesmo que a sinfonia de uma obra-prima musical ser traduzida de sua clave original para uma estranha cacofonia.

Portanto, as Chaves trabalham através das vibrações de Luz e empregam estas expressões sagradas para a abertura dos selos, e a experiência direta dos mistérios superiores de Deus.
Deste modo, na preparação para as Chaves, talvez seja necessário estudar primeiro o vocabulário de “sílabas-semente”, dado no Glossário ao fim deste Livro, de modo que as formas-pensamento da Linguagem de Luz usada pelos Mestres e Irmãos de Luz possam ser compreendidas totalmente. Nestas sílabas-¬semente, o testemunho dos Mestres e as emanações vindas da Mente de YHWH podem ser sentidas como emanações poderosas, que ultrapassam as formas vocais lineares e estáticas que não estão ligadas à Palavra Viva de Deus.


A Palavra Viva de Deus não consegue ser anulada, pois ela opera por meio de uma vibração tão eficaz neste fim dos tempos quanto no início dos tempos. De fato, as sílabas-semente de verdade espiritual purificarão e unirão verdadeiramente todas as escrituras genuínas de Luz dentro do Ain Soph, a Luz Ilimitada de YHWH.


Finalmente, amados, entendam que na eternidade da Palavra Viva de Deus a Linguagem de Luz Vivente provou ser o ingrediente de ligação ao fundo dos selos e dos mistérios da criação. A Linguagem de Luz controla as formulações ou “Portais” nas expressões das Letras. E agora a Linguagem de Luz está abalando as fundações da Terra de modo que a Terra possa alvorecer outra vez por intermédio dos ensinamentos do Pai.

À medida que as geometrias de Luz eram pulsadas do rolo ardente, Enoch ia me falando que as Chaves estavam sendo concedidas diretamente como um dom de Revelação, e que não podiam ser confundidas com ensinamentos transmitidos por computadores pensantes, nem pelo poder da informação mediúnica ou canalizada.

QUAL É A FUNÇÃO DE UM ANJO?

GENIO DA HUMANIDADE

Em primeiro lugar, os Anjos são poderosos. Invariavelmente quando um Anjo aparece nas Escrituras, as primeiras palavras são: NÃO TEMAS.

São seres completamente compreensivos. São especialistas em compreender – em suportar.

Os pensamentos primordiais que sustentam todos os nossos outros pensamentos os Anjos conhecem pela Intuição, de acordo com São Thomas de Aquino e outros professores que ensinam sobre eles.

Aprendem tudo intuitiva e imediatamente. São especialistas em intuição, e podem ajudar a nossa Intuição. Este é um dos motivos pelos quais os Anjos e os artistas são tão amigos.

 Quando olhamos para as maravilhosas imagens de anjos criadas pelos artistas, estamos lidando não apenas com quadros, mas com um estreito relacionamento entre esses dois seres.

A intuição é a estrada pela qual os anjos vagam.

A função dos Anjos na nossa existência humana é completamente direta. Eles protegem e amam, mas essa proteção e amor se manifestam de muitas formas. O amor invade a compreensão deles.

Seu conhecimento é um conhecimento de coração. É Sabedoria, não apenas conhecimento

E assim vemos que, nos domínios da compreensão, da sabedoria, do amor, da compaixão e da profecia, os anjos muito tem a nos ensinar sobre espiritualidade. E a tarefa deles não é simples.

Eles têm funções cósmicas importantes a realizar, relacionadas ao conhecimento que carregam. Uma dessas tarefas é louvar. Sempre que existe glorificação os anjos aparecem,. Ao aprendermos a orar e glorificar, os anjos retornarão ao nosso convívio.

Tudo isso soa muito complicado, mas na realidade não é. Geralmente os Anjos podem nos ajudar quando estamos tentando resolver os nossos próprios problemas, sem assumi-los.

Lembre-se que as situações da nossa vida é que nos ajudam a crescer.

Não é permitido aos Anjos ter poderes sobre os humanos e qualquer coisa que signifique que eles estão tentando fazer com que alguém (qualquer um) faça coisa que não queira fazer, também não é permitido.

Para cada dia da semana há um Arcanjo protetor e devemos conhecê-los e invocá-los para nossa proteção e de toda a humanidade.

 

DOMINGO

67703553_2347865078770558_7268936152218861568_n Continue lendo “QUAL É A FUNÇÃO DE UM ANJO?”

31 de Março – Dia do Conselho Cármico

31/12 CARTA AO CONSELHO CÁRMICO – TAOS – Templo dos Anjos da Ordem ...

31 de Março Dia da Nossa Petição ao Conselho Cármico

Nos dias  31/12 31/03, 30/09 e 30/06, o Conselho se reúne para avaliar o carma do planeta inteiro. Faz um retrospecto do trimestre que se encerra e toma decisões para o próximo trimestre.

 O Conselho Cármico, formado por seres de luz que amparam a humanidade nestes momentos de transformações, reúne-se 4 (quatro) vezes ao ano junto à presença Eu Sou de todas as pessoas encarnadas na Terra e juntas escolhem seus destinos para os próximos 3 meses. Quando uma pessoa morre, ela pode fazer essa transição de duas maneiras: ou consciente (sentindo-se “despregar” do corpo físico e entrando num túnel, seguindo uma luz ou até, mesmo encontrando um guia) ou então inconsciente, quer dizer, dormindo.

Se a pessoa chega do “outro lado” acordada, logo ela se defronta com um Mensageiro da Luz, que lhe entrega uma convocação para comparecer ao tribunal do Carma no dia tal, às tantas horas. Até esse dia, ela será encaminhada a uma “colônia de férias” astral, digamos assim. Por outro lado, se estiver dormindo, vai continuar descansando por um prazo que varia de pessoa para pessoa, mas que não pode ultrapassar seis meses; ao acordar, também receberá a intimação para comparecer ao Tribunal.

O Conselho Cármico é um Tribunal de Justiça;

Todos os Mestres são Ascensionados, o que significa que são seres de absoluta Misericórdia, Amor e Justiça. Diante desses Seres Perfeitos, a pessoa é levada a avaliar toda a sua última vida, desde o nascimento até a morte.

Tomará consciência de seus erros e acertos, das lições que assimilou e das que ainda tem que aprender; quais são suas principais virtudes e também as dificuldades ou defeitos que terá que superar.

Ouvirá do Conselho Infalível a Sentença; qual é realmente a sua faixa vibratória e, daí, em que país, cidade e grupo do Astral deverá permanecer até a próxima encarnação; que escola deverá freqüentar, que tipo de treinamento deverá ter; que trabalhos terá que executar; quanto tempo ficará desencarnado; quem serão seus pais e familiares na próxima encarnação; quais serão suas futuras características raciais e nacionalidade.

Uma alma mais evoluída ouvirá essa sentença compreendendo que o carma não é uma lei de retaliação, mas, sim, de educação, e que o Conselho Cármico é o órgão legítima e divinamente capacitado para julgar e dar novas oportunidades de evolução.

Assim como o Conselho Cármico julga e administra o carma individual, ele também o faz com relação ao carma familiar, grupal, nacional e planetário. Ministra sanções e anistias. Se for preciso pelos desígnios cármicos, o Conselho autoriza cataclismos e desastres coletivos. Pode abreviar ou prolongar a vida dos encarnados.

Aproveite este dia para estabelecer seu compromisso interno com sua verdade e força vital projetando assim no mundo externo o potencial da sua alma. Felicidade, Harmonia, Saúde, Abundância, Realizações.

Nos dias 31/12 31/03, 30/06 e 30/09, o Conselho se reúne para avaliar o carma do planeta inteiro. Faz um retrospecto do trimestre que se encerra e toma decisões para o próximo trimestre.

Nesses dias especiais, os discípulos da Luz podem apresentar a esses Divinos Juízes sua petição ou projetos que, se forem considerados dignos e úteis à Vida, serão autorizados – e aí os autores receberão uma ajuda direta (seja ela qual for) do Conselho para realizá-los.

Quando conquistarmos a vitória da manifestação de nosso plano divino e consumirmos o nosso carma negativo, iremos então ter com a Presença do Eu Sou, o Amado Santo Cristo Pessoal (o nosso Eu Superior) e o Conselho do carma, que decretarão o direito de libertarmo-nos da roda viva das   reencarnações.

FAZEM PARTE DO CONSELHO CÁRMICO:

  • PÓRTIA: Justiça e Oportunidade – é o Complemento do Mestre Saint Germain
  • Mestra Nada: Amor Devocional e Gratidão
  • Kwan Yin: Misericórdia e Compaixão
  • Libra: Equilíbrio
  • Palas Athena: Verdade
  • Elohim Vista: Ciência, Concentração e Cura
  • Saithru: Ser responsável pela sétima raça raiz da humanidade terrestre
  • Arcanjo Miguel: Fé, Proteção, Vontade Divina
  • Irmãos Interdimensionais e Interplanetários: Energia eletromagnética que facilita a manifestação de nossos sonhos.

Magia do Círculo de Proteção Branco | Patricia Tarologa SP

É NECESSÁRIO PARA A REALIZAÇÃO DO SEU RITUAL:

1 vela branca

1 copo d’água

1 folha de papel branco

1 incenso de sândalo

1 lápis

CARTA CÓSMICA PARA UM NOVO ANO ABENÇOADO - Astro Click

RITUAL:

Em um papel branco, escreva a lápis a data, seu nome de solteiro (nome de batismo), e data de nascimento.

“Em Nome de Minha Bem Amada e Poderosa Presença Eu Sou o Que Sou!”

Em Nome do Meu Bem Amado Santo Ser Crístico Presente em meu Coração peço pela Paz e Cura Universal!”

Logo em seguida agradeça, agradeça e agradeça por tudo de bom e tudo de negativo que ocorreu durante os últimos 3 meses.

Em seguida faça todos os seus pedidos ao Conselho Cármico.

Dobre o papel e faça a oração “A Grande Invocação”. Ao terminar, guarde a carta em uma bíblia, e deixe até o próximo Conselho Cármico.

Não se esqueça de queimar a carta do último Conselho Cármico na vela que você acabou de acender.

 

Templo da Proteção e da Fé - Arcanjo Miguel

INVOQUE O BEM AMADO ARCANJO MIGUEL
 

Em nome do Pai, do Filho, do espírito Santo e da Mãe Divina, 

Eu (diga seu nome completo e em voz alta) invoco o Amado Arcanjo Miguel para que entregue esta carta para a Amada Deusa da Liberdade, no Conselho Cármico de Deus.

 


A GRANDE INVOCAÇÃO

DO PONTO DE LUZ NA MENTE DE DEUS,

QUE FLUA LUZ À MENTE DOS HOMENS,

E QUE A LUZ DESÇA A TERRA.

O PONTO DE AMOR NO CORAÇÃO DE DEUS, QUE FLUA AMOR AO CORAÇÃO DOS HOMENS QUE O CRISTO RETORNE A TERRA.

DO CENTRO A ONDE À VONTADE DE DEUS É CONHECIDA, QUE O PROPÓSITO GUIE AS PEQUENAS VONTADES DOS HOMENS, PROPÓSITO QUE OS MESTRES CONHECEM E SERVEM.

DO CENTRO A QUE CHAMAMOS À RAÇA DOS HOMENS QUE SE REALIZE O PLANO DE AMOR E LUZ E FECHE A PORTA ONDE SE ENCONTRA O MAL.

QUE A LUZ O AMOR E O PODER RESTABELEÇAM O PLANO DIVINO SOBRE A TERRA

HOJE E POR TODA A ETERNIDADE, QUE ASSIM SEJA  AMÉM.

É bom sempre lembrar que TODOS SOMOS UM SÓ!!!

 

MUDANDO O PADRÃO MUDANDO A FREQUÊNCIA

A humanidade está em um momento de grande provação.

Estamos sendo separados pelas nossas escolhas e consequentemente

pela nossa  FREQUÊNCIA

Vivemos numa  Matrix.

Precisamos nos livrar de determinados padrões e comportamentos,

principalmente criticar e julgar.

Sem criticas, sem julgamentos, principalmente com você.

Vamos mudar a frequência que nos apega ao medo, passado, raiva, discórdia,

negativo…

De hoje em diante vamos vibrar na frequência da Luz que nos alimenta, regenera,

cura.

 

DIGA PARA VOCÊ O TEMPO TODO

Eu escolho onde usar o meu poder

Eu escolho os meus pensamentos

Eu escolho a auto estima

Eu escolho a compaixão e a compreensão

Eu escolho a prosperidade

Eu escolho o sucesso

Eu conheço o meu valor

Eu escolho a felicidade

Eu escolha a alegria

 

Os Mestres querem e nos pedem para invocar a Alegria para as nossas vidas.

Eles dizem que:  “Sem Alegria não há Ascensão!”

Muito Sucesso e Saúde a todos.

Namastê.

Belisa do Arcanjo Miguel

O MÊS DE NISSAN – Rebeldes sem Causa

 

 

Nissan é o primeiro mês do ano hebraico. Sempre coincide com a primavera do hemisfério norte (ao redor do final de março no calendário gregoriano). Regido pelo planeta Marte, cujo nome vem do deus da guerra romano, é um mês de confrontos, batalhas e com um potencial para o antagonismo. Apesar disso, ou talvez por causa disso, a Cabala nos diz que durante o mês de Nissan a força dos milagres está presente no universo.

As letras hebraicas que nos conectam com os aspectos positivos do mês são:

  •  Hê, que criou o signo de Áries e representa o Desejo de Receber,
  • Dalet, que criou Marte e significa “pobre”.

A combinação dessas duas letras é interpretada como querendo dizer que, durante o mês de Nissan, devemos nos esforçar para diminuir nosso Desejo de Receber Somente para Si Mesmo. Contemplando essas duas letras hebraicas podemos acessar a energia necessária para alcançar esse objetivo.

Os pontos fortes e fracos daqueles nascidos sob a influência de Áries estão ligados com as idéias de semente, infância ou imaturidade — um potencial único para o crescimento, unido com uma tendência para a impulsividade e a teimosia; um espírito pioneiro, entusiasmo sem limites, coragem e um amor pela liberdade unido a um total descaso pelas conseqüências das ações. Como criancinhas pequenas, arianos tendem a pensar em si mesmos como o centro do universo, e quando querem alguma coisa, querem já.


Segundo o Livro da Formação (Sefer Yetzirá), cada signo do zodíaco corresponde a uma parte diferente do corpo. Áries está associado à cabeça. Como o Carneiro que representa este signo, Áries pula de cabeça nas coisas. Se um ariano é subitamente tomado por uma idéia às quatro horas da manhã, entra imediatamente em ação. Se alguém vier a questionar suas decisões, eles ficam indignados. Quando Áries acredita em alguma coisa, põe de lado todas as objeções.

Não conseguem tolerar oposição.

Sob a influência de Marte, o planeta da guerra, os arianos são corajosos, chegando a ser ousados. Sem medo de confrontos, têm uma tendência a ir atrás deles. Mais uma vez, como o Carneiro, Áries tem uma necessidade de quebrar todas as barreiras que se apresentam em seu caminho. Eles odeiam qualquer tipo de confinamento ou limitação.

O perigo não tem nenhum significado para eles.

São rápidos e diretos, mas podem sofrer pela inflexibilidade e falta de diplomacia. Como um signo de fogo, seus temperamentos tendem a se incendiar com facilidade.
Se isto soa muito parecido com alguns dos adolescentes que você conhece, não se trata de um acidente.

De muitas maneiras, os arianos são “rebeldes sem causa”.
Se você olhar cuidadosamente para as características de Áries, ou de qualquer dos outros signos, perceberá que cada característica é uma espécie de faca de dois gumes. Por exemplo, ter um objetivo único pode ser, por si só, um traço muito positivo, se expressando como consistência, estabilidade ou persistência diante da dificuldade.

Mas ter um objetivo único egoísta pode rapidamente se transformar em teimosia infantil. Da mesma maneira, uma intolerância de oposição a serviço de uma boa causa é uma qualidade positiva, mas quando aplicada egoisticamente, logo se torna tacanhice e fanatismo.
O que conta não é a espada em si, mas como você decide usar essa espada. A Cabala reconhece que a influência de seu mês/signo de nascimento pode levá-lo para muitas direções, e cabe a você escolher o caminho. O objetivo da Cabalah é ajudar a elevar o nível da sua alma, para transformar seu Desejo de Receber num Desejo de Receber para Compartilhar, para que você se torne mais parecido com a Luz que o criou.
Para os arianos em particular, isto significa colocarem a si mesmos a serviço de uma causa que vai além do Desejo de Receber Somente para Si Mesmo. Significa transformar o amor pela liberdade por ela mesma num amor por uma liberdade mais elevada, que os liberta da presa dos impulsos egoístas. Na liberdade verdadeira, não se trata de um petulante “posso fazer tudo o que quiser”, e sim de dominar o próprio ego. A ação impetuosa não torna necessariamente o Áries livre. Pelo contrário, ela pode torná-lo escravo do impulso momentâneo e do capricho vazio.

Texto retirado do Livro Astrologia Cabalística 
Rav. Philip S. Berg

 

 

Lua Nova em Áries

dia 24 de março de 2020

À medida que progredimos em março, muita coisa acontece aqui na Terra e no mundo celestial à nossa volta. No dia 24, haverá uma Lua Nova e poderá trazer energias interessantes em nosso caminho.

 

Lua Nova em Áries

 

Esta Lua Nova estará em Áries e estará cheia de desafios para todos nós. As energias que ela oferece não são tão positivas quanto gostaríamos e a dor associada pode não ser fácil de suportar. Esse período que estamos enfrentando será cheio de medo, que ninguém quer viver.

Isso é perfeitamente razoável, considerando os eventos que estamos enfrentando agora com a epidemia de vírus. Dito isto, todas as Novas Luas são representações de novos começos, então há luz em toda essa escuridão. Não devemos deixar a negatividade circundante nos deixar sem esperança, sempre há esperança.

Astrologia da Lua Nova em Áries

A lua nova de 24 de março representa apenas um aspecto planetário importante. Mas com uma esfera de mais de 4 graus, o sextil da Lua Nova-Saturno é apenas uma influência moderada, mas positiva.

Uma influência mais forte vem de Quíron, Lilith e os nós lunares. Esses três não são usados ​​na astrologia tradicional, mas os nós lunares são importantes na astrologia védica ou indiana. Eles estão associados à família, vidas passadas e karma.

Quíron é cada vez mais usado pelos astrólogos modernos e está associado a feridas cármicas profundas, mas também a curas e mágicas. Lilith (Lua Negra) é o arquétipo da Deusa Negra e uma versão feminina de Quíron.

Outra influência importante na astrologia da lua nova em março de 2020 é uma estrela fixa chamada Deneb Kaitos. Essa estrela age como Saturno em um dia ruim, causando infelicidade, inibição e restrição. Há também um asteróide no grau da Lua Nova, que reforça o tema das lesões cármicas.

Toda essa provação será carregada de várias maneiras e até Saturno nos dará energias. Estamos passando pelo sextil de Lua Nova e Saturno, capaz de dar mais paciência às pessoas ao nosso redor, o que é crucial.

As coisas ficam sérias e com isso temos que assumir responsabilidades e agir em larga escala. Eu sei, tudo pode ser um pouco esmagador, mas é importante estar ciente de seguir em frente.

Mesmo com todas essas lesões, seremos capazes de curar e isso é algo que devemos ter em mente. Quanto mais estivermos cientes dos desafios energéticos que enfrentamos, melhor poderemos nos basear para nos proteger da melhor maneira possível contra eles. É claro que não podemos evitá-los, mas podemos suavizar um pouco o golpe.

Lua Nova no Karma de Áries

Os Nós das Luas, representa uma encruzilhada cármica. Sentindo-se dividido entre o passado e o futuro, você pode se sentir confuso sobre o futuro e hesitar em seguir em frente.

Uma tendência a ficar presa em padrões emocionais negativos pode levar a tensões nos relacionamentos, períodos de isolamento auto-imposto e preocupação com o futuro. Você também pode sentir ansiedade, culpa e medo ao enfrentar memórias profundamente enterradas e seus próprios maus hábitos e preconceitos.

Deixar o passado significa que você pode ter que fazer sacrifícios e deixar passar alguma coisa, o que pode muito bem causar dor.

Mas uma lua nova significa que é hora de começar de novo. É necessário fazer escolhas difíceis sobre a família, os amigos e outras coisas às quais você está emocionalmente apegado.

Os relacionamentos, crenças e comportamentos que são bons para você permanecerão. São apenas as coisas que o impedem de cumprir seu destino que você deve desistir. Algumas pessoas resistirão aos seus esforços, enquanto outras estarão mais unidas. Ficará óbvio quem está tentando impedi-lo.

Embora você possa pedir conselhos, você realmente precisa olhar para dentro para saber para onde ir. Portanto, siga sua intuição enquanto permanece atento aos outros. Durante essa fase lunar de quatro semanas, você aprenderá muitas verdades que o levarão a um novo caminho.

Novos relacionamentos cármicos podem se formar e essas pessoas também o ajudarão a encontrar o caminho certo para sua alma.

As coisas podem ficar caóticas, mas você pode superá-las. Preste atenção nos outros e seja o mais gentil possível durante esses tempos desafiantes

 

Não devemos deixar a negatividade circundante nos deixar sem esperança, sempre há esperança.

Horóscopo Angels Copyright © 2020.