RSS

RITUAL DO CONSELHO CÁRMICO

27 dez

RITUAL DO CONSELHO CÁRMICO

31/12/2012 

Oito Mestres Ascensos formam o conselho do carma. Estes Mestres são responsáveis por ministrar a justiça (ordem/ organização divina) em nosso planeta Terra. Eles decidem qual a porção de carma (positivo ou negativo) que cada indivíduo deve receber durante a existência na Terra.
Todas as almas precisam passar perante este conselho cármico antes e depois de cada vida encarnada. Durante todo o período de encarnação, a alma tem ao seu lado, um anjo que a acompanha registrando todas as suas manifestações. Este anjo é conhecido como o “anjo do registro”.
Todos estes dados são entregues a anjos chamados de “guardiões dos pergaminhos”. Estes atuam junto aos Senhores do Carma, que consultam estes registros, antes de tomar decisões sobre as nossas vidas. São os Senhores do Carma que decidem quem deve encarnar, quando e onde. Suas decisões são sempre baseadas em três importantes pontos:
1 – A Vontade Divina para nossas vidas, o nosso “Plano Divino”. Eles nos proporcionam uma vida para que possamos ter as oportunidades necessárias para atingirmos a nossa Vitória Divina.
2 – Eles nos proporcionam oportunidades para que possamos reparar nossos erros. O nosso carma negativo que precisa ser consumido/ transmutado, para que possamos evoluir na luz. Eles nos posicionam na vida, (em famílias, trabalhos, cidades, etc.) de forma que possamos resgatar nossas criações de vidas anteriores. Precisamos nos reencontrar nossas criações negativas. Esta má qualificação de energia precisará ser redimida por nós, precisamos servir ao próximo e pagar nossos débitos.
3 – Eles nos acompanham durante nossas vidas e podem aumentar as oportunidades ou as barreiras, o que dependerá de nossa evolução. Somos avaliados a cada três meses, porém, somos fortemente avaliados a cada ciclo de doze anos.
Aos 12, 24, 36, 48, 60, 72, 84, 96 anos, e ai por diante, se chegarmos a viver além desta idade. Assim, quando conquistarmos a vitória da manifestação de nosso plano divino e consumirmos o nosso carma negativo, iremos então ter com a Presença do EU SOU, o Amado Santo Cristo Pessoal, (o nosso Eu Superior) e o conselho do carma, que decretarão o direito de libertarmo-nos da roda viva das reencarnações (a roda de SÂnsara).
 Os Senhores do Carma são atualmente representados pelos seguintes Seres Cósmicos:
1° O Grande Diretor Divino SAITHRU, Manu da Sétima Raça Raiz.; é uma função que direciona um propósito unificado às mais variadas necessidades de uma raça. Atualmente quem exerce essa função é Lanto que já foi Diretor do 2º Raio (dourado).
2º Raio – Deusa da Liberdade ou LIBRA, Grande Ser Cósmico personifica o amor perfeito de Deus que nos concede amor incondicional, compaixão, força e pureza.
3º Raio – Mestra Ascensa Nada; Cada vez que penso na Mestra Nada, Diretora do 6º Raio (rubi), não consigo fixar sua imagem por mais que alguns instantes, porque ela vai se diluindo em toda a humanidade, tão grande é seu amor por nós e seu desejo de que sejamos tudo, resgatando o melhor que há em nós.
4º Raio – Elohim Ciclópea ou Vista; O Elohim Ciclópea é o “olho que tudo vê”, “o olho onividente de Deus”, a Visão Ilimitada de Deus que enxerga a essência de todas as coisas. Nada pode ser escondido, nem mesmo uma intenção.  
 5 º Raio – Palas Athena; a Deusa da Verdade, atua no 5 º Raio (verde) auxiliando a desfazer nossas compreensões errôneas que só nos trazem sofrimento, para nos ajustar aos propósitos evolutivos.
6º Raio – Pórcia, Deusa da Justiça; atua no 7º Raio (violeta), ajudando a estabelecer a medida exata do que nos pode ser concedido a cada momento (nosso débito com a humanidade é tão grande que, se tivéssemos de saldá-lo de uma só vez, seríamos imediatamente extinguidos, fulminados diversas vezes).
7º Raio – Kuan Yin, Deusa da Misericórdia, da Compaixão e do Perdão; Kuan Yin a que ouve os lamento do mundo e alivia nosso sofrimento. Tão grande é sua compaixão que nos auxilia sempre mais do que na verdade merecemos.
8º Raio – Vairochana, um dos cinco Budas Dhyani. Vairochana, Aquele que é como o Sol ou o Radiante – representa a integração ou a origem dos cinco dhyani-budas. Ele personifica a sabedoria primordial do espaço dos fenômenos, da perfeição da realidade, do dharmadhatu, o Reino da Verdade, onde todas as coisas existem como realmente são.
 Seu símbolo é o dharma chakra, a Roda do Dharma, que representa os ensinamentos do Buda Shakyamuni. Personifica o poder que estabelece a Verdade dos Budas Dhyani assumindo a nossa ignorância e permitindo que vejamos as coisas como elas realmente são.
As Cartas aos Senhores do Carma
Os Senhores do Carma se reúnem, quatro vezes por ano, 31 de março, 30 de junho, 30 de Setembro e 31 de Dezembro, para rever petições da humanidade não ascensa, e assegurar dispensações, baseadas em merecimento individual de cada um.
Esta é uma boa oportunidade para analisarmos nossa vida nos últimos três meses. É a hora certa de agradecermos aos objetivos conquistados e pedirmos aos Senhores do Carma, dispensações e orientação divina para a solução de problemas pessoais e planetários.
Você pode preparar um projeto de trabalho e colocá-lo para a apreciação dos Mestres. Convença-os a investir em seu projeto.
Os Mestres sempre apoiam boas ideias que venham a melhorar a qualidade de vida da humanidade. Desde que seu projeto não interfira com o plano divino, você terá todo o apoio que precisa. Se convencer os Senhores do Carma a apoiá-lo, todas as portas se abrirão e seu projeto se tornará realidade mais cedo do que espera.
Peça por abundância divina para sua família e amigos, proteção para os ensinamentos dos Mestres em suas escolas na Terra, libertação dos portadores da luz que os Mestres desejam trazer para os ensinamentos. Esta carta deve de preferência ser escrita à mão. Lembre-se de assiná-la com seu nome completo e por extenso no final.
O Conselho Cármico, formado por seres de luz que amparam a humanidade nestes momentos de transformações, reúne-se 4 (quatro) vezes ao ano junto à presença Eu Sou de todas as pessoas encarnadas na Terra e juntas escolhem seus destinos para os próximos 3 meses. Quando uma pessoa morre, ela pode fazer essa transição de duas maneiras: ou consciente (sentindo-se “despregar” do corpo físico e entrando num túnel, seguindo uma luz ou até, mesmo encontrando um guia) ou então inconsciente, quer dizer, dormindo.
Se a pessoa chega do “outro lado” acordada, logo ela se defronta com um Mensageiro da Luz, que lhe entrega uma convocação para comparecer ao tribunal do Carma no dia tal, às tantas horas. Até esse dia, ela será encaminhada a uma “colônia de férias” astral, digamos assim. Por outro lado, se estiver dormindo, vai continuar descansando por um prazo que varia de pessoa para pessoa, mas que não pode ultrapassar seis meses; ao acordar, também receberá a intimação para comparecer ao Tribunal.
O Conselho Cármico é um Tribunal de Justiça Divina;
Todos os Mestres são Ascensionados  o que significa que são seres de absoluta Misericórdia, Amor e Justiça. Diante desses Seres Perfeitos, a pessoa é levada a avaliar toda a sua última vida, desde o nascimento até a morte.
Tomará consciência de seus erros e acertos, das lições que assimilou e das que ainda tem que aprender; quais são suas principais virtudes e também as dificuldades ou defeitos que terá que superar.
Ouvirá do Conselho Infalível a Sentença; qual é realmente a sua faixa vibratória e, daí, em que país, cidade e grupo do Astral deverá permanecer até a próxima encarnação; que escola deverá frequentar  que tipo de treinamento deverá ter; que trabalhos terá que executar; quanto tempo ficará desencarnado; quem serão seus pais e familiares na próxima encarnação; quais serão suas futuras características raciais e nacionalidade.
Uma alma mais evoluída ouvirá essa sentença compreendendo que o carma não é uma lei de retaliação, mas, sim, de educação, e que o Conselho Cármico é o órgão legítima e divinamente capacitado para julgar e dar novas oportunidades de evolução.
Assim como o Conselho Cármico julga e administra o carma individual, ele também o faz com relação ao carma familiar, grupal, nacional e planetário. Ministra sanções e anistias. Se for preciso pelos desígnios cármicos, o Conselho autoriza cataclismos e desastres coletivos. Pode abreviar ou prolongar a vida dos encarnados.
Aproveite este dia para estabelecer seu compromisso interno com sua verdade e força vital projetando assim no mundo externo o potencial da sua alma. Felicidade, Harmonia, Saúde, Abundância, Realizações.
Nesses dias especiais, os discípulos da Luz podem apresentar a esses Divinos Juízes sua petição ou projetos que, se forem considerados dignos e úteis à Vida, serão autorizados – e aí os autores receberão uma ajuda direta (seja ela qual for) do Conselho para realizá-los.
Quando conquistarmos a vitória da manifestação de nosso plano divino e consumirmos o nosso carma negativo, iremos então ter com a Presença do Eu Sou, o Amado Santo Cristo Pessoal (o nosso Eu Superior) e o Conselho do carma, que decretarão o direito de libertarmo-nos da roda viva das   reencarnações.
A GRANDE INVOCAÇÃO NO PRESENTE
Do ponto de Luz na Mente de Deus, a Luz agora flui através da mente da Humanidade.
Um reino de Luz agora emergiu na Terra.
Do ponto de Amor no coração de Deus, o Amor agora flui do Coração da Humanidade. O Cristo retornou a Terra.
Do Centro onde a Vontade de Deus é conhecida,
O Propósito Divino agora guia a vontade da Humanidade,
O Propósito que a Humanidade Ascensionada conhece e serve.
Do centro que nós chamamos de raça da Humanidade,
O Plano de Luz e Amor agora governa,
Tendo selado para sempre a porta onde o ego habita.
 A Luz, O Amor e o Poder Divinos restabeleceram o Plano Divino na Terra!
E assim É , Amado EU SOU!
 É NECESSÁRIO PARA A REALIZAÇÃO DO SEU RITUAL:
1 vela branca
1 copo d’água
1 folha de papel branco
1 incenso de sândalo
1 lápis
Em um papel branco, escreva a lápis a data, seu nome de solteiro (nome de batismo), e data de nascimento.
“Em Nome de Minha Bem Amada e Poderosa Presença Eu Sou o Que Sou!”
Em Nome do Meu Bem Amado Santo Ser Crístico Presente em meu Coração peço pela Paz e Cura Universal!”
Logo em seguida agradeça, agradeça e agradeça por tudo de bom e tudo de negativo que ocorreu durante os últimos 3 meses.
Em seguida faça todos os seus pedidos ao Conselho Cármico.
Dobre o papel e faça a oração “A Grande Invocação”. 
Ao terminar, guarde a carta em uma bíblia, e deixe até o próximo Conselho Cármico.
Não se esqueça de queimar a carta do último Conselho Cármico na vela que você acabou de acender.
CHAVES 1-1-6
O “Povo de Deus” sobrevive coletivamente como um campo de inteligência na restauração dos universos como a “Grande lrmandade Branca”.
1. A Chave enfatiza as palavras: “o Povo de Deus sobrevive coletivamente”; o Povo de Deus restaura os universos; o Povo de Deus é conhecido como a Grande Irmandade Branca.
2. O que isto significa? Significa que a criança de Deus não sobrevive independentemente da família espiritual. A família espiritual não é de uma dimensão apenas, mas inclui muitas faces espirituais, muitas inteligências espirituais e muitas consciências espirituais que trazem coletivamente a mensagem de vida eterna do Pai a muitos universos da nova criação. Esta própria mensagem de ressurreição para a vida eterna é trazida à criação física pela manifestação real de Corpos de Luz que trabalham além do Alfa¬-Ômega na restauração dos universos.
3. Tudo é visto como a sobrevivência coletiva e a restauração coletiva do universo humano ligados ao universo local maior.
4. O quadro de Luz que Enoch me deu mostra como a luz é reunida a partir dos níveis inferiores de relatividade casual e purificada através dos níveis intermediários de relatividade coletiva na Luz viva.
5. Pois Enoch explicou que nos mundos inferiores um nível de relatividade é tão válido quanto outro nível de relatividade na casualidade da criação. Quanto mais alto vocês avançam .na ordem de evolução, maior a responsabilidade de ligarem um nível de relatividade casual a outro, a fim de criar com o tempo combinações perfeitas de relatividade coletiva.
6. O limiar inferior no cubo de energia é o lugar ocupado pelo plasma vital ou, simplesmente, uma das camadas envoltórias do fluxo de energia quando ele desce da Luz dos Elohim. Ele vem na membrana de codificação – a imagem e similitude necessárias para repetir a membrana original à medida que ela se renova na sobrevivência da espécie.
7. O primeiro limiar evolutivo na “ascensão vertical” feita pela criança de Deus, está na. travessia de muitos campos casuais de relatividade positiva e negativa ruma aos pilares maiores de Luz. Dentro da relatividade casual do nosso espectro eletromagnético, vocês encontram os núcleos de luz e os pilares de luz internos que são vibrações epicinéticas. Estas vibrações musicais de luz podem ser postas em harmonia com a “purificação de Luz” para que a membrana de vocês seja equilibrada e aperfeiçoada à medida que vocês avançam na evolução da alma.
8. Portanto, as radiações dos níveis de relatividade coletiva intermediárias são avançadas por meio de pilares de Luz até um conglomerado globular brilhante de campos energéticos de Luz purificante que aperfeiçoam a criação, permitindo que vocês se tornem a Luz Viva.
9. E à medida que vocês, como Crianças de Deus, evoluem através da morte e renascimento, vocês experimentarão campos energéticos esféricos nos quais a morte sequer tocou. Primeiramente, vocês verão a totalidade dos campos energéticos positivos e negativos ligando-se aleatoriamente nos limiares inferiores de inteligência.
10. Então vocês são atraídos através de uma purificação cristalina por meio de uma série de Olhos de Hórus interconectantes que reformulam a criação casual em uma perfeição cristalina maior. Ali vocês receberão e exibirão a Luz como uma criação de Melchizedek.
11. No nível supremo de perfeição existe o Olho do Eterno como uma manifestação do Olho do Pai. Este Olho Eterno contém toda a omnipotência e omnipresença governando todos os legisladores dos éons que entram no meio dos Olhos de Hórus.
 
 
12. Assim, no momento em que vocês deixam seu cubo tridimensional de energia, no qual vocês vivem nesta forma humana espacial, vocês estão aptos a deixar o corpo comum de eletromagnetismo no qual vocês têm parte, e a trabalhar com os múltiplos de Luz do universo Eka maior. Este universo Eka maior é composto de vários padrões cromáticos, vários padrões de membrana e vários padrões biológicos que com o passar do tempo serão reprocessados por meio do Olho do Eterno.
13. Enoch explicou que a Grande Irmandade Branca é o veículo de Luz entre os universos Eka. Ela é a inteligência de Luz que trabalha para restaurar todos os espectros de radiação membrânica e cromática limitados a fim de que essas formas inferiores de inteligência, assim libertas da limitação, possam compartilhar dos generosos padrões criadores do Caminho Infinito.
14. Existem sete cores básicas para cada chacra da inteligência humana. Elas podem ser coordenadas pela Grande Irmandade Branca para fundirem-se com miríades de cores a fim de auxiliar o corpo no desenvolvimento espiritual. Por exemplo, a cor “lavanda avermelhada” é usada como uma força sustentadora de paciência que prepara os olhos para ver os estágios da educação iluminada.
15. Esta educação da ahna ocorre por meio de campos energéticos estabelecidos por cores e separados por cores limiares de iluminação para cada fase de evolução.
16. De uma sucessão contínua de cores com todos os seus graus intermediários, uma “Vestimenta de cor” emerge das setenta e duas emanações dos Nomes divinos, o derekh ha-shemoth, como a quintessência da “graça divina” derramada sobre o reino humano.
17. A Grande Irmandade Branca é a Hierarquia de poder que possui como parte de sua autoridade a codificação cromática dos céus inferiores. Ela usa estas radiações para desenvolver a membrana viva até o ponto onde a Luz viva pode se estabelecer no plano físico, fazer o trabalho necessário na forma física e retomar novamente à Luz Divina.
18. Portanto, a Grande Irmandade Branca é enviada para trabalhar com todas as pessoas como a dimensão do Esplendor Zohar e a dimensão da Luz Crística, que unifica todas as formas de energia dos veículos internos. A regênese de todas as cores dentro do espectro humano afunilado de volta para a Luz Branca, permite que os veículos internos venham das camadas bioquímicas quando o meridiano temporal se altera.
19. Nesse momento, a relatividade da criação humana é alterada diretamente pelo Sumo Comando e pela Grande Irmandade Branca.
20. Enoch também explicou como a Grande Irmandade Branca governa o Povo de Luz nas doze distorções temporais de luz, as quais permitem que os campos magnéticos nos meridianos da Terra sejam ativados para trabalhar em uma dimensão de Luz superior.
21. Ela ativa o espectro magnético e os campos eletromagnéticos da Terra para que operem em fase paralela. Ela ativa a luz em um determinado sistema solar para entrar em um movimento de luz de dimensão superior por meio de alinhamentos de campos cristalinos.
22. O novo campo cristalino se estabelece por meio de códigos de luz sobre vórtices, para que quando a pirâmide de Luz da Merkabah descer sobre a pirâmide energética geofísica, as duas formem um corredor cristalino.
23. Portanto, a semente remanescente que ainda restar na carne física, até mesmo os corpos físicos de mortos que tiveram seus códigos sanguíneo¬cristalinos e seus códigos Ichor previamente ativados, podem ser ressuscitados em novos corpos de Luz.
24. Dentro das harmônicas de luz, a semente remanescente é preparada para experimentar a mudança dos padrões Magnéticos de encarnação e recriação.
25. Estes harmônicos de luz abrem as energias do terceiro olho e as malhas dos chacras energéticos dentro do corpo a fim de que a semente remanescente possa participar simultaneamente com as malhas magnéticas em toda a Terra, ao sermos reunidos às malhas magnéticas para libertação. 
 
26. Esta graduação da espécie da Terra para outros níveis de criação este lar decorre das mudanças que ocorreram nos níveis superiores em todo o universo. Os reinos de inteligência superior que falharam nos seus próprios mundos criados são trazidos de volta às criações dos mundos de pó para ocupar o espaço abandonado por planetas que são promovidos a novas fronteiras de criação.
27. Contudo, não se permite que as malhas Magnéticas dos planetas mudem por completo até que sejam retirados os que estiverem para prosseguir a outros sistemas planetários e a outros mundos de criação, através dos seus respectivos veículos de Luz. Portanto, a Grande Irmandade Branca deve ativar os campos de cristal da Terra, porém, mantendo os harmônicos da criação da Terra, até que os que irão para outros planetas sejam levados para o espaço pelos veículos de Luz Merkabah a partir das doze distorções temporais geofísicas da Terra. Após isto acontecer, a ligação da Merkabah com os harmônicos Magnéticos da Terra permitirá que a maior parte da criação física se espirale com a Terra diretamente para outra frequência orbital.
28. A menos que esta mudança evolutiva ocorra dentro das malhas Magnéticas, a consciência simplesmente reencarna de volta na mesma estação planetária de vida e na mesma camada bioquímica, similar àquela que possuía anteriormente. Se esta graduação não ocorresse, a consciência simplesmente prosseguiria no padrão de duplicação mais semelhante às formas-pensamento, que, sendo as mesmas, adquirirão o mesmo tipo de veículo corporal para prosseguir com esse desígnio.
29. A Grande Irmandade Branca é o nível de inteligência que tem a capacidade de governar os campos. energéticos superiores e a capacidade de governar os fatores de repetição positivos e negativos no crescimento membrânico.
30. E, em tudo isso, ela tem a capacidade de ser enviada da região dos luminares superiores para funcionar como Grandiosos Instrutores nos mundos dos luminares inferiores.
31. A Grande Irmandade Branca está, então, apta para usar seu corpo de energia como um sistema estelar branco-amarelado. Ela energiza o corpo do Homem para que brilhe como a carne de Órion por meio dos códigos energéticos de ressurreição. Um destes códigos, por exemplo, é: r psd hat f m sah m ht Nwt, que permite que o pó vista o manto externo de Luz.
32. A tecnologia de formas-pensamento da Grande Irmandade Branca de Órion é necessária para tirar a evolução de seus códigos limiares de energia, a fim de que a morte planetária seja consumida na Luz. A própria morte é consumida no Povo Crístico, o Povo da Grande Irmandade Branca, que representa o povo da semente galáctica superior trabalhando com todos os reinos de matéria para a glória do Pai.
33. Esta é a razão por que YHWH¬ codificou o Povo de Luz em todas as membranas vibratórias e em todas as membranas conscienciais, para impedir que o Povo fosse neutralizado por uma única religião ou pela glória de um único Filho. Ele é instruído para trabalhar com os muitos Filhos do Deus Vivo.
34. Mas, o Povo de Deus é o verdadeiro Israel, a verdadeira consciência de Luz, em virtude de entender a Torah Or, a Verdade, quando ela é apresentada corretamente por um Instrutor de Luz ao veículo interno do Homem por meio do conhecimento que possui os códigos energéticos de Luz apropriados.
35. Nesse momento, a Palavra de Deus traz a vitória sobre a identidade da carne por meio da fé no EU SOU do Pai.
36. O progresso da fé no EU SOU do Pai até ver o EU SOU O EU SOU face a face é a essência da experiência de nossa alma nesta incorporação de Luz.
37. Primeiro, porém, o Corpo Gemátrico de Luz deve compreender a Torah Or, a Palavra de YHWH, e trazê-la para dentro do coração do corpo interno. Isto permite que o corpo interno eleve-se à glória do universo Pai, além da identidade individual, e não permaneça um escravo ou servo da forma corporal ou do Mestre que impede que o iniciado prossiga.
38. O corpo coletivo do verdadeiro “Povo de Deus” não é escravo de ninguém, mas é um servo de todos, exceto da descendência dos Nefilim caídos. Estas energias mentais caídas neutralizaram certas mutações genéticas, certos espaços vitais, certos índices raciais e certos ensinamentos sapienciais da adaptação consciencial dentro da história do planeta. Desta forma, sem a Aliança de Luz, homem devora homem e raça devora raça.
 
39. As nações da Terra que negam a travessia da luz através do Alfa-Ômega da criação, negam a Merkabah, negam os Profetas de Israel e não mostram a humildade necessária para entrar no Corpo de Luz superior. Estas não são as almas que entrarão na Grande Irmandade Branca.
40. Precisamos entender que nosso campo energético está elevando-se para fora do corpo da serpente galáctica de espaço e tempo. Devemos entender como o Senhor Michael travará um combate com as incorporações de luz caídas na serpente galáctica de alia Draconis. A serpente representa o antiuniverso devorador que mantém os planisférios aprisionados em uma estação fixa ou em uma órbita de circumpolaridade que necessita da “espada de poder da luz” de constelações como Órion a fim de intervir e libertar da “morte linear” as formas de evolução no espaço-tempo.
41. Em éons prévios, nossos cristais-semente de luz foram transmitidos pelos Senhores de Luz, ao virem desenvolver a vida na galáxia por meio de códigos de memória que, então, foram gravados dentro das pirâmides, há sete éons atrás, há doze éons atrás, há trinta e seis éons atrás, e eras anteriores.
42. Todos estes programas estelares prévios serão trazidos aos códigos de luz, a fim de que todos os que foram aprisionados no espaço em eras passadas sejam julgados em termos da maneira como usaram o potencial de suas almas. Além disso, os que estiverem na escravidão tridimensional, por serem vítimas de mudanças eletromagnéticas anteriores, graduar-se-ão da imagem do Dragão, a semente devoradora, se forem infundidos com a Luz Viva do Cristo.
43. A transformação da espécie ocorre por meio da infusão de cristais de luz, o que gera um campo de Luz ao redor do corpo e também uma alimentação de Luz para o corpo no próximo estágio da criação.
44. A Grande Irmandade Branca toma então a membrana consciencial e a conduz ao próximo estágio dentro do universo Shekinah, que está em coordenação com o universo Pai e com o universo Filho. Os universos Pai e Filho se unem com a trindade da matéria por meio da Grande Irmandade Branca, renovando as espécies do universo físico. O Homem, nesse momento, reconhecerá que esteve isolado do milênio de mil outras ordens universais por causa de sua desatenção para com outros mundos de Luz.
45. Finalmente, a Grande Irmandade Branca conduz a Luz dos justos para fora das zonas de destruição, pois as Irmandades são os receptáculos de Luz, no que elas purificam as civilizações e conduzem a Luz delas ao Tesouro de Luz.
46. O Povo de Deus já pediu aos universos Pai, Filho e Shekinah para que restaurem o equilíbrio perfeito. Quando os universos de Luz Pai, Filho e Shekinah puderem equilibrar uma zona temporal consciencial, os corpos de matéria-energia em cada célula temporal poderão obter a liberdade consciencial e a qualificação para trabalhar com a Grande Irmandade Branca.
47. Quando isto acontecer, a espécie tomar-se-á uma criação superespécie capaz de circunavegar livremente entre os sistemas estelares sem ficar presa em uma consciência de espaço-¬tempo determinada.
48. Os universos estelares caídos estão isolados do espaço-tempo consciencial porque os fatores energéticos cristalinos estão nos vetores errados, nas entradas genéticas erradas e nos veículos errados de experiência da sabedoria.
49. Quando a semente remanescente é retirada da forma genética limitada e autorizada a se refazer na imagem e similitude superiores, a criação compreende por que a pirâmide é o elemento constituinte central da vida que liga os universos Snekinah de Luz. Pois nesse momento a semente remanescente experimentará a Pirâmide de Luz Cósmica e Eterna como o Trono do Pai que dá a todas as imagens e similitudes a plenitude dos Dez Mandamentos, que são dez funções piramidais conectando a evolução do nosso EU SOU ao “EU SOU O EU SOU” vivo.
50. Povo de Zion, peguem seus corpos de luz internos e unam-se e à Luz Zohar em comunhão com os Senhores de Luz, a Grande Irmandade Branca.
51. Pois a Grande Irmandade Branca são aqueles que purificam a Luz.
52. Seja sobre ti o selo desta Luz!
Anúncios
 

5 Respostas para “RITUAL DO CONSELHO CÁRMICO

  1. Graça Lima Bastos

    29/12/2012 at 15:30

    excelente…gratidão profunda

     
  2. katia

    29/12/2012 at 22:33

    Gostei muito do site. Objetivo, explicativo com grandes ensinamentos.Gostaria de receber por email, as novidades.Obrigada. Namastê!

     
  3. Maria Lucia Storino Savaget

    30/12/2012 at 01:09

    Gostei muito e vou tentar praticar sempre. Abraços com muito carinho

     
  4. blog

    31/12/2012 at 11:55

    I love what you guys are up too. This sort of clever work and reporting! Keep up the fantastic works guys I’ve incorporated you guys to my own blogroll.

     
  5. Daniel Corrêa Torres

    19/12/2014 at 03:44

    Gostaria de saber qual o procedimento de utilização do copo d’água no ritual do conselho cármico.
    Grato, Daniel Corrêa Torres

     

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: