RSS

S O L S T Í C I O

21 jun

S O L S T Í C I O 

solsticio lindo

 

Palavra originária do latim, sol e sistere, o solstício significa astronomicamente, a posição fixa do Sol na esfera celeste em dois períodos específicos do ano . Mais detalhadamente são os dois pontos de enlongação máxima da órbita terrestre em torno do Sol, quando esta está no ponto mais próximo do Sol (periélio – por volta de 23 de dezembro) e no mais distante (afélio – perto de 21 de junho).

A cada ano esta data sutilmente se altera devido à pequena irregularidade do tempo da órbita da Terra em torno do Sol. Fatores conjugados dão importância a este momento celeste por que marca o início das estações. Isto se dá devido à inclinação do eixo axial do nosso planeta (23*43’) em relação ao plano de órbita, mais especificamente hoje, 21 de junho de 2013, às 02:04, começa o inverno para nosso hemisfério e o verão para o hemisfério norte. A inclinação do eixo da Terra e sua posição neste ponto orbital, faz com que um dos hemisférios esteja mais exposto aos raios solares enquanto o outro recebe bem menos radiação solar, se estendendo até o equinócio, em setembro.

No dia do solstício, temos o dia mais longo do ano no hemisfério com mais luz solar  e a noite mais curta e o dia mais curto e a noite mais longa no com menos luz. A lustração acima mostra bem nosso momento de hoje, dia 21/06/2013. A inclinação da Terra em relação ao plano de órbita, reafirmando o que foi dito acima, faz com que em junho, o hemisfério norte esteja mais voltado para o sol, recebendo consequentemente mais radiação solar que incide sobre a superfície da Terra com pouca inclinação resultando no solstício de verão no hemisfério norte, determinando o início do verão por lá. Durante o dia do solstício, no exato ponto onde a incidência dos raios solares na superfície da Terra é de 90*, conjugando com a rotação do planeta, temos a origem da linha imaginária denominada “Trópico de Câncer”. A ligação à Câncer se deve à posição em relação ao círculo zodiacal. Nesta época o Sol situa-se na esfera celeste na constelação de Câncer.

O inverso ocorre no hemisfério sul. Conforme a ilustração, vemos que o hemisfério sul da Terra está pouco voltado para o Sol, recebendo suas radiações de forma menos direta e num ângulo de incidência bem maior. No dia do solstício de inverno do hemisfério sul, determinando o início desta estação, no exato ponto em que a incidência dos raios solares é de 90* conjugando com a rotação terrestre, é formada a linha tropical denominada “Trópico de Capricórnio”. Este signo zodiacal dá nome à esta linha devido ao fato de a constelação de Capricórnio ser neste momento, a constelação em oposição perfeita à constelação de Câncer.

stonhi

Historicamente, estes dois momentos do ano eram altamente significativos e consequentemente comemorados em todas as civilizações antigas, com maior expressão no antigo Egito, Índia , China, Celtas e Nórdicos, Africanos, mundo Greco-romano, Maias e Incas, Culturas indígenas xamânicas. Um dos ícones mais intrigante e estudados atualmente na arqueologia, devido à sua antiguidade e intrigante e impressionante precisão astronômica, é o complexo de Stonehenge, refúgio celta e druídica,  na Inglaterra (veja a ilustração abaixo).

 Aproveitando esta data comemorativa considerada pagã, no caso do solstício de inverno no hemisfério norte, a Igreja Católica sobrepõe o Natal de Jesus à estas comemorações, sendo estas abandonadas ao longo do tempo.

O Conhecimento de civilizações milenares como Índia, China e especialmente o Egito, tinham rituais complexos de reconexão com a Natureza e o Cosmos. No Egito, por exemplo, a semana antecedente e a posterior ao dia dos solstícios, ligados à cheia do Nilo, ascensão de Rá e de Sothis (Sírius), era um período largo de festas e oferendas, especialmente em Karnak, Luxor, Denderah e seu ponto máximo em Annu (Heliópolis) e as Pirâmides.

piramide 35

Nesta ilustração, percebemos os diversos “Efeitos Sombra” que a Grande Pirâmide apresenta no amplo planalto nivelado de Gizeh, provocado pela incidência de raios solares em ângulos específicos, nos dias do solstício e também do equinócio. Consequentemente, a distribuição de vibrações e de energia captada e emitida pelas pirâmides, sofre sensível alteração no solstício pois se a radiação solar em seus raios muda, provoca consequentemente a captação dos elementos, e dos tattwas nas faces piramidais. Isto se reflete harmonicamente ao longo do ano, no planeta, em conjunção com as altíssimas e intensas vibrações que resguardam e atuam na linha de 360* em torno da Terra, influenciando os reinos da Natureza. Segundo os egípcios, isso significa a atuação dos Arquétipos primordiais da humanidade ou “Deuses” e suas respectivas derivações a cada grau zodiacal ao longo do ano (anjos). Nos dias de hoje conhece-se mais profundamente este assunto pelo estudo e prática da Kabalah e os 72 Gênios, uma das tantas heranças que recebemos do Conhecimento das Escolas de Mistério do Antigo Egito.

Isto se reflete nos solstícios, na atuação dos Gênios, alteração da natureza do prana e da kundalini, que são diferentes no inverno em relação ao verão,formas pensamento, manifestação dos tattwas (princípio ativo dos elementos) e etc. Pequenos ritos, práticas de respiração e meditação e religação mental e espiritual, além de outros exercícios de energização, faz com que nos reajustemos a estados harmônicos com essas forças da Terra e do Cosmos, numa comunhão com nosso Eu Superior, Os Veneráveis e Divinos Mestres e com Deus. Um reencontro, pois isto está devidamente registrado em nosso DNA. Os antigos sabiam como resgatar isso e nós nos esquecemos.

Podemos esquecer de tudo… Mas não temos o direito de esquecermos de nós mesmos… de quem realmente somos… São períodos cíclicos do ano em que a oportunidade de abandonarmos refúgio próprio em imagens ilusórias e assumirmos o que e quem nascemos para ser, se apresenta!

Nossa Natureza Divina e Cósmica sempre irá prevalecer. Façamos nossa parte para isso.

 FELIZ SOLSTÍCIO!

Paulo Iannuzzi

Samael da Estrela Polar

 

 

Anúncios
 

Uma resposta para “S O L S T Í C I O

  1. Antonio Carlos Martins do Amaral

    22/06/2013 at 00:56

    Lindo mesmo meu anjo gostei muito da explicação obrigado bjs em seus corações.

     

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: