RSS

MÊS DE TAMUZ

24 jun

Image

TAMUZ é  o  ÚNICO MÊS/SIGNO QUE É REGIDO PELA ENERGIA DA LUA, que na Cabalah simboliza o princípio feminino regido pela constelação de Câncer. Este mês está associado com o primeiro filho de Israel — Ruben.

Podemos dividir este nome e obteremos a expressão “vejam um filho”, indicando o atributo da visão. Tamuz é um bom momento para avaliação de projetos e análise crítica de nós mesmos.

As letras hebraicas que nos conectam com a energia espiritual do mês são o TAV, que criou a Luz , e Chet, que criou o Signo de Câncer.

O Tav é a ultima letra do alfabeto hebraico e geralmente indica finalizações, mudanças e fechamento de ciclos no sentido de conclusões.

O Chet é uma letra muito interessante porque é formada pela combinação da letra hebraica Zayin de Gêmeos com o Vav de Touro.

Tomadas juntas as letras nos dizem QUE PODEMOS SUPERAR TODAS AS INFLUÊNCIAS NEGATIVAS DESTE MÊS COMBINANDO OS ASPECTOS POSITIVOS DOS DOIS MESES ANTERIORES.

O Zohar (O Livro do Esplendor) nos ensina que os três meses mais negativos do ano são Tamuz (Câncer), Av (Leão) e Tevet (Capricórnio).

Na astrologia cabalística, o termo “negativo” se refere a JULGAMENTO .

O dia 17 de Tamuz é um dia de jejum em lembrança à cinco tragédias que assolaram o povo judeu em diversas épocas de sua história. O primeiro destes foi o fato de Moshê ter quebrado as Tábuas da Lei.

Nas preces de Selichot, rezadas neste dia, há menção sobre a quebra das Tábuas, sem referência ao motivo (o bezerro de ouro). Isto porque a milagrosa escrita Divina gravada nas Tábuas nunca mais foi recuperada.

Foi perdida para sempre esta forte revelação Divina cujas letras estavam gravadas de fora a fora, de forma legível sob qualquer ângulo e cuja mensagem podia ser claramente transmitida, sem qualquer possibilidade de distorção.

O número 21 (soma dos dias das Três Semanas) forma a palavra hebraica Ach, que significa apenas; 17 (de Tamuz) tem o valor numérico da palavra hebraica Tov, bem. Ambas iniciam um versículo que diz: “Ach tov Leyisrael”, “Apenas o bem para Israel”. Isto mostra que, de modo mais profundo, os acontecimentos desagradáveis das Três Semanas, na realidade, levarão somente a coisas boas.

Número três, no judaísmo, representa perfeição e eternidade. E assim está escrito: “A corda tríplice não se desmanchará facilmente”. De fato este número é recorrente: há três Patriarcas, três Festas de Peregrinação, a Lei Escrita é composta de três partes (Torá, Neviim e Ketuvim), entregue no terceiro mês após a saída do Egito, ao povo judeu formado por três grupos (Cohen, Levi e Yisrael), etc.

Se o número três é tão significativo, por que então tantas tragédias recaíram sobre o povo judeu durante as Três Semanas? A resposta é que todo este sofrimento são etapas que levam à Era Messiânica.

Durante esses meses, devemos orar e vigiar não pelo medo que é opositor à Luz, mas por consciência de que a misericórdia está sendo trabalhada sobre outro aspecto necessário no Universo neste momento de transição.

Percebemos que a “energia” por tudo isso está mais “pesada”. Alguns de nós tem dificuldades até para levantar-se da cama, outros têm insônia, outros são acordados às 03/04 horas da manhã e nem sabem o porquê!

Devemos ter a consciência que tudo isso é proporcionado pela energia da Lua que trabalha as nossas emoções e sentimentos, é a visão além das aparências. Vamos lembrar que nessas fases geralmente é onde mais crescemos, porque conseguimos descobrir forças além das que acreditamos superficialmente.

 É por isso, que a nossa “visão espiritual” é trabalhada muito mais nesse período.

Sartan (Câncer) é também um código a como proceder nesse período, pois forma a expressão sar réten que significa “expulse a lamentação”. Esta expressão nos alerta sobre a mais perigosa forma de lashon hará (maledicência) existente, onde somos duplamente afetados. Somos emanadores e receptores deste mal.

 Tamuz é um mês que nos conecta com uma forte energia de cura.

Quando falamos de cura, não estamos nos referimos apenas às doenças do nosso corpo físico, mas de um complexo existencial saudável, envolvendo todos os aspectos de nossa vida (financeiro, emocional, espiritual).

É um mês sem a Presença Divina (Shekiná) em Malchut, exigindo de nós um esforço maior para conexão — a restrição da Luz é necessária para que a “Presença da Luz” seja devidamente valorizada.

A Lua tem uma grande influência astrológica sobre o mundo físico e traz uma energia de instabilidade, gerando descontinuidade que não permite a energia de fluir.

Chet e Tav são as duas letras do alfabeto hebraico que nos conectam com as energias deste período. Tav, energia da lua, é a última letra do alfabeto hebraico. Ela representa o resultado da criação e da totalidade das coisas criadas. Tav é o resumo de tudo, a finalização. O final de um ciclo representa o início de outro.

A letra Tav é formada pela reunião das letras Dalet e Nun. Estas duas letras formam as palavras “Din”, o “julgamento, lei”.

Tav é escrito com tav-vav, formando a palavra aramaica tu (outra vez), indicando mais uma vez a necessidade de uma análise crítica de nós mesmos. Tav nos inspira a buscar como fazer o tikun — a retificação através da transformação. Um aspecto negativo desta letra refere-se a finalização de situações prematuramente ou apegar-se a uma situação além do recomendável.

Chet é uma letra de discriminação, marcando a separação entre as coisas de valor e as coisas vazias. Esta oitava letra simboliza: a fronteira e o limite, a união da energia feminina e masculina, a transcendência e a vida. A negatividade da letra Chet pode nos fazer paralisar com o medo ou buscar novidades o tempo todo.

Então com a verdadeira compreensão de que tudo tem uma bi polaridade, passaremos por esses três meses com o sentimento e o pensamento em retidão não é verdade?!

Orando e vigiando!

Orando e vigiando!

Orando e vigiando!

Isabel Helena Medeiros

Belisa do Arcanjo Miguel

Anúncios
 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: