RSS
Nota
14 abr

PESSACH E PÁSCOA

O feriado, celebrado a partir desta segunda-feira (14) até o dia 22/4, tem com ponto central uma refeição ritual chamada seder, onde a família se reúne para relembrar a história do Êxodo, a fuga dos judeus do Egito liderados por Moisés em busca da Terra Prometida.

A última ceia partilhada por Jesus Cristo e seus discípulos é narrada nos Evangelhos e é considerada, geralmente, um “sêder do Pessach” – a refeição ritual que acompanha a festividade judaica.

A diferença entre a Pessach (Páscoa) do povo judeu para a Pascoa cristã é que a Palavra Pessach em hebraico significa passagem e para a Igreja Católica Pascoa significa Ressurreição.

De acordo com a tradição, a primeira celebração de Pessach ocorreu há 3500 anos, quando D’us enviou dez pragas sobre o povo do Egito.

Antes da décima praga, Moisés foi instruído por D’us,  a pedir para que cada família judia sacrificasse um cordeiro e molha-se os umbrais (mezuzót) das portas com o sangue do cordeiro, para que não fossem acometidos pela morte de seus primogênitos.

À meia-noite, um anjo enviado por D’us feriu de morte todos os primogênitos egípcios, desde os primogênitos dos animais até mesmo os primogênitos da casa do Faraó. Então o Faraó, temendo ainda mais a Ira Divina, aceitou liberar o povo de Israel para adoração no deserto, o que levou ao Êxodo.

É importante notar que Pessach significa a passagem, do anjo da morte, e não a passagem dos hebreus pelo Mar Vermelho..

A duração da Quaresma está baseada no símbolo do número quarenta na Bíblia. Nesta, é falada dos quarenta dias do dilúvio, dos quarenta anos de peregrinação do povo judeu pelo deserto, dos quarenta dias e Moisés e de Elias na montanha, dos quarenta dias que Jesus passou no deserto antes de começar sua vida pública, dos 400 anos que durou o exílio dos judeus no Egito.

Cabalisticamente, o número quatro simboliza o universo material, seguido de zeros significa o tempo de nossa vida na terra, seguido de provações e desafios.

Somos o resultado de todas as nossas encarnações. Através delas a nossa alma se purifica,

(pelo menos deveria) e se não aprendermos a “LIÇÃO”…

Este é um momento de reflexão e recolhimento para toda a humanidade, pois não podemos perder esta “viagem”!

Shalom

Anúncios
 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: